Diabetes  - REDE MATER DEI DE SAÚDE

Diabetes 

O Diabetes Mellitus é uma doença crônica, caracterizada pela elevação dos níveis de glicemia no sangue, que pode ocorrer em qualquer pessoa de qualquer idade. O dois principais tipos são o diabetes tipo 1, que ocorre principalmente (mas não exclusivamente) em adolescentes, crianças e adultos jovens. Caracteriza-se por uma doença auto-imune, em que o organismo produz anticorpos contra as células produtoras de insulina do pâncreas, de maneira que a pessoa fica sem insulina circulante, o que é incompatível com a vida e, portanto, o tratamento requer a reposição de insulina para o controle da glicose. O outro tipo, mais frequente, que responde por mais de 90% dos casos é o Diabetes tipo 2, que ocorre principalmente após os 40 anos de idade, tem grande relação com hábitos de vida, como sedentarismo, alimentação inadequada e obesidade. Neste caso o tratamento muitas vezes pode ser feito com comprimidos que aumentam a secreção ou melhoram a ação da insulina.
 
O Diabetes tipo 1 não tem estratégia que comprovadamente previna seu surgimento. Em relação ao diabetes tipo 2, hábitos saudáveis como pincipalmente manter atividade física regular, evitar ganho de peso e ter bons hábitos alimentares, previnem em até 60% o risco de desenvolvimento em pessoas com alto risco para desenvolvimento da doença. A prevenção é fundamental para evitar a explosão epidemiológica do diabetes que ocorre em todo mundo. Trata-se de uma doença que tem enorme impacto na saúde pública de todos os países. Nos Estados Unidos, estima-se que 10% do orçamento de saúde daquele país seja para o tratamento de Diabetes. O Diabetes é a principal causa de cegueira adquirida na idade adulta, é a principal causa de insuficiência renal dialítica e aumenta em até 20 vezes o risco de amputação de membros. Prevenir o diabetes é fundamental na gestão de saúde em todo o mundo.
 
Para conscientizar a população da importância da prevenção e do controle adequado do diabetes naqueles que têm a doença, assim como diminuir o número de pessoas que desconhecem o diagnóstico ou que não fazem o tratamento, é instituído o dia 14 de novembro como o Dia Nacional e Mundial do Diabetes.
 
Os estudos têm evoluído muito, o tratamento avançou demais nos últimos anos e na 2ª metade do século 20, a expectativa de vida das pessoas com diabetes aumentou 2 vezes mais do que aumentou a expectativa de vida da população em geral, mostrando que estamos no caminho certo.
 
É fundamental manter bons hábitos de vida, atividade física regular e constante, seguir o tratamento médico e controlar os fatores de risco associados, além da glicemia, como o aumento do colesterol, da pressão arterial, entre outros.
 
O Mater Dei é importante na prevenção à medida em que promove a educação continuada de toda a sua equipe de profissionais, apoia eventos de educação em diabetes  e trabalha promovendo saúde através de comunicação social.

 
RESPONSÁVEL:
Rodrigo Nunes Lamounier
Endocrinologista
CRM-MG: 31293
 

Posts Relacionados

20 Junho 2017

Mais Saúde Mater Dei oferece...

A educação para o paciente diabético é fator relevante para o controle ideal da doença, sendo o trabalho multidisciplinar de grande valor no que tange aos aspectos biopsicossociais da doença.
12 Setembro 2016

O cuidado com a saúde ocular da pessoa...

O melhor caminho para a saúde ocular é o cuidado constante, principalmente para quem tem diabetes, já que está mais sujeito a complicações e perda da visão.
31 Julho 2017

Tratamento adequado de lesões pode...

Sabe-se que as feridas, de um modo geral, são porta de entrada para bactérias, que podem causar infecções graves nos pacientes. Muitos, que estão em tratamento de doenças como diabetes e câncer, por exemplo, podem desenvolver feridas de difícil cicatrização e...