Teste do Pezinho - REDE MATER DEI DE SAÚDE

Teste do Pezinho

 

O que é o Teste do Pezinho?

O Teste do Pezinho é um exame realizado a partir de gotinhas de sangue do bebê colhidas em papel filtro especial, entre o 3º e  o 5° dia de vida.
Os testes de triagem neonatal favorecem a detecção de diversas doenças congênitas ou infecciosas, assintomáticas, no período neonatal a tempo de se interferir no curso da doença, permitindo, dessa forma, a instituição do tratamento precoce específico e a diminuição ou eliminação de danos irreversíveis para o bebê. O objetivo do teste de triagem neonatal é detectar precocemente se o bebê é suspeito de ser portador de alguma das doenças investigadas através do teste.

Um resultado positivo não significa que o bebê tenha a doença, indica apenas que existe a necessidade de continuar a investigação para excluir ou confirmar o diagnóstico.

Como é realizada a coleta?

Todos os Testes do Pezinho são realizados a partir de gotinhas de sangue colhidas, que podem ser retiradas do calcanhar do bebê ou através de punção venosa em casos específicos.

O Teste do Pezinho é colhido preferencialmente no calcanhar por ser uma parte do corpo rica em finos vasos sanguíneos, o que facilita a obtenção de sangue. A coleta geralmente ocorre através de uma única punção, rápida e quase indolor para o bebê.

Existem diferentes tipos de Teste do Pezinho?

Sim, existem alguns tipos de testes do pezinho, a diferença entre eles está na quantidade de doenças e condições pesquisadas em cada tipo de teste.
O Teste Básico, realizado pelo Sistema Único de Saúde, abrange 7 exames para detecção de 13 diferentes doenças.
O Teste ampliado é coberto por parte dos principais planos de saúde e abrange um número maior de exames, podendo chegar a mais de 70 diferentes doenças.

A principal diferença entre os testes do pezinho está na tecnologia utilizada para análise e na quantidade de doenças e condições pesquisadas.


Na Rede Mater Dei de Saúde oferecemos 4 tipos de teste do Pezinho: 
 
  • Básico: 13 doenças
    •  
      Exames Doenças analisadas
      Fenilalanina (MS/MS)
      • Fenilcetonúria
      • Outras Hiperfenilalaninemias
      TSH Hipotiroidismo congênito
      Eletroforese de hemoglobina • Anemia Falciforme
      • Hemoglobinopatia C
      • Hemoglobinopatia D
      • Hemoglobinopatia E
      • Hemoglobinopatia S-Beta Talassemia
      • Variantes raras
      Tripsina imunorreativa Fibrose cística
      17 oh progesterona Hiperplasia congênita de supra-renal
      Atividade de biotinidase Deficiência de biotinidase
      IgM anti-toxoplasma gondii Toxoplasmose congênita
  • Plus: 35 doenças
    • Exames Doenças analisadas
      Fenilalanina (MS/MS) • Fenilcetonúria
      • Outras Hiperfenilalaninemias
      TSH Hipotiroidismo congênito
      Eletroforese de hemoglobina • Anemia Falciforme
      • Hemoglobinopatia C
      • Hemoglobinopatia D
      • Hemoglobinopatia E
      • Hemoglobinopatia S-Beta Talassemia
      • Variantes raras
      Tripsina imunorreativa Fibrose cística
      17 oh progesterona Hiperplasia congênita de supra-renal
      Atividade de biotinidase Deficiência de biotinidase
      IgM anti-toxoplasma gondii Toxoplasmose congênita
      TP -Tiroxina (T4) Deficiência de TBG (globulina ligadora da tiroxina)
      TP - AVALIACAO DE AMINOACIDOS QUALITATIVA ( MS/MS) Distúrbios do Ciclo da Uréia
      • Acidúria Argininosuccínica
      • Argininemia
      • Citrulinemia Tipo I e Tipo II
      • Hiperornitinemias
      • Deficiência de Carbamoilfosfato Sintetase (CPS)
      • Deficiência de N-Acetilglutamato Sintetase(NAGS)
      • Deficiência de Ornitina Transcarbamilase (OTC)                                                                                              
      Aminoacidopatias
      • Doença do Xarope de Bordo (Leucinose - MSUD)
      • Fenilcetonúria (PKU)
      • Deficiência de Pterina
      • Hiperfenilalaninemias
      • Hidroxiprolinúria
      • Homocistinúria
      • Hipermetioninemias
      • Hiperglicinemias
      • Hipervalinemia
      • Tirosinemia Transitória do Recém-Nascido
      • Tirosinemias Tipo I, Tipo II e Tipo III
      Galactose total • Galactosemia Tipo I
      • Galactosemia Tipo II
      • Galactosemia Tipo III
  • Ampliado: 65 doenças
    • Exames Doenças analisadas
      Fenilalanina (MS/MS) • Fenilcetonúria
      • Outras Hiperfenilalaninemias
      TSH Hipotiroidismo congênito
      Eletroforese de hemoglobina • Anemia Falciforme
      • Hemoglobinopatia C
      • Hemoglobinopatia D
      • Hemoglobinopatia E
      • Hemoglobinopatia S-Beta Talassemia
      • Variantes raras
      Tripsina imunorreativa Fibrose cística
      17 oh progesterona Hiperplasia congênita de supra-renal
      Atividade de biotinidase Deficiência de biotinidase
      IgM anti-toxoplasma gondii Toxoplasmose congênita
      TP -Tiroxina (T4) Deficiência de TBG (globulina ligadora da tiroxina)
      TP - AVALIACAO DE AMINOACIDOS QUALITATIVA ( MS/MS) Distúrbios do Ciclo da Uréia
      • Acidúria Argininosuccínica
      • Argininemia
      • Citrulinemia Tipo I e Tipo II
      • Hiperornitinemias
      • Deficiência de Carbamoilfosfato Sintetase (CPS)
      • Deficiência de N-Acetilglutamato Sintetase(NAGS)
      • Deficiência de Ornitina Transcarbamilase (OTC)                                                                                              
      Aminoacidopatias
      • Doença do Xarope de Bordo (Leucinose - MSUD)
      • Fenilcetonúria (PKU)
      • Deficiência de Pterina
      • Hiperfenilalaninemias
      • Hidroxiprolinúria
      • Homocistinúria
      • Hipermetioninemias
      • Hiperglicinemias
      • Hipervalinemia
      • Tirosinemia Transitória do Recém-Nascido
      • Tirosinemias Tipo I, Tipo II e Tipo III
      Galactose total • Galactosemia Tipo I
      • Galactosemia Tipo II
      • Galactosemia Tipo III
      TP - ACILCARNITINAS, PERFIL QUALITATIVO (MS/MS) Distúrbios da Beta Oxidação dos Ácidos Graxos
      • Deficiência de Transportador de Carnitina (CUD)
      • Deficiência de Carnitina Palmitoil Transferase Tipo I
      (CPT1) e Tipo II (CPT2)
      • Deficiência de Carnitina/Acilcarnitina Translocase (CACT)
      • Deficiência Múltipla de Acil-CoA Desidrogenase
      (MAD) [= Acidúria Glutárica Tipo 2 (GA2)]
      • Deficiência de 3-Hidroaxil-CoA Desidrogenase de
      Cadeia Longa (LCHAD)
      • Deficiência de Proteína Trifuncional (TFP)
      • Deficiência de Acil-CoA Desidrogenase de Cadeia
      Média (MCAD)
      • Deficiência de Hidroaxil-CoA Desidrogenase de
      Cadeia Média/Curta (M/SHAD)
      • Deficiência de Acil-CoA Desidrogenase de Cadeia
      Curta (SCAD)
      • Deficiência de Isobutiril-CoA Desidrogenase (IBDH)
      • Deficiência de Acil-CoA Desidrogenase de Cadeia
      Muito Longa (VLCAD)
      • Encefalopatia Etilmatônica (EE)                                                                                                    
      Distúrbios dos Ácidos Orgânicos
      • Acidemia Metilmalônica (MMA)
      • Acidemia Propiônica (PA)
      • Acidemia Isovalérica (IVA)
      • Acidemia 2-Metilbutirilglicinúria (2MBG)
      • Acidúria Malônica
      • Acidemia Glutárica tipo 1 (GA-1)
      • Acidemia 2-Metil-3-Hidroxibutírica (2M3HBA)
      • Acidúria 3-Metil-Glutacônica (3MGA)
      • Deficiência de 3-Metilcrotonil-CoA Carboxilase (3MCC)
      • Deficiência de 3-Hidroxi-3-Metilglutaril-CoA Liase
      (HMG-CoA Liase)
      • Deficiência de Beta-Cetotiolase (BKT)
      • Deficiência Múltipla de Carboxilase (MCD)
      • Deficiência de Biotinidase
      • Deficiência de Holocarboxilase Sintetase
      Atividade de G6PD Deficiência de Glicose 6 fosfato desidrogenase
      SCID, AGAMA-Detecção de cópias TREC/KREC • SCID
      • Agamaglobulinemia
      • Outras linfopenias de célula T e B
  • Expandido: 70 doenças
    • Exames Doenças analisadas
      Fenilalanina (MS/MS) • Fenilcetonúria
      • Outras Hiperfenilalaninemias
      TSH Hipotiroidismo congênito
      Eletroforese de hemoglobina • Anemia Falciforme
      • Hemoglobinopatia C
      • Hemoglobinopatia D
      • Hemoglobinopatia E
      • Hemoglobinopatia S-Beta Talassemia
      • Variantes raras
      Tripsina imunorreativa Fibrose cística
      17 oh progesterona Hiperplasia congênita de supra-renal
      Atividade de biotinidase Deficiência de biotinidase
      IgM anti-toxoplasma gondii Toxoplasmose congênita
      TP -Tiroxina (T4) Deficiência de TBG (globulina ligadora da tiroxina)
      TP - AVALIACAO DE AMINOACIDOS QUALITATIVA ( MS/MS) Distúrbios do Ciclo da Uréia
      • Acidúria Argininosuccínica
      • Argininemia
      • Citrulinemia Tipo I e Tipo II
      • Hiperornitinemias
      • Deficiência de Carbamoilfosfato Sintetase (CPS)
      • Deficiência de N-Acetilglutamato Sintetase(NAGS)
      • Deficiência de Ornitina Transcarbamilase (OTC)                                                                                              
      Aminoacidopatias
      • Doença do Xarope de Bordo (Leucinose - MSUD)
      • Fenilcetonúria (PKU)
      • Deficiência de Pterina
      • Hiperfenilalaninemias
      • Hidroxiprolinúria
      • Homocistinúria
      • Hipermetioninemias
      • Hiperglicinemias
      • Hipervalinemia
      • Tirosinemia Transitória do Recém-Nascido
      • Tirosinemias Tipo I, Tipo II e Tipo III
      Galactose total • Galactosemia Tipo I
      • Galactosemia Tipo II
      • Galactosemia Tipo III
      TP - ACILCARNITINAS, PERFIL QUALITATIVO (MS/MS) Distúrbios da Beta Oxidação dos Ácidos Graxos
      • Deficiência de Transportador de Carnitina (CUD)
      • Deficiência de Carnitina Palmitoil Transferase Tipo I
      (CPT1) e Tipo II (CPT2)
      • Deficiência de Carnitina/Acilcarnitina Translocase (CACT)
      • Deficiência Múltipla de Acil-CoA Desidrogenase
      (MAD) [= Acidúria Glutárica Tipo 2 (GA2)]
      • Deficiência de 3-Hidroaxil-CoA Desidrogenase de
      Cadeia Longa (LCHAD)
      • Deficiência de Proteína Trifuncional (TFP)
      • Deficiência de Acil-CoA Desidrogenase de Cadeia
      Média (MCAD)
      • Deficiência de Hidroaxil-CoA Desidrogenase de
      Cadeia Média/Curta (M/SHAD)
      • Deficiência de Acil-CoA Desidrogenase de Cadeia
      Curta (SCAD)
      • Deficiência de Isobutiril-CoA Desidrogenase (IBDH)
      • Deficiência de Acil-CoA Desidrogenase de Cadeia
      Muito Longa (VLCAD)
      • Encefalopatia Etilmatônica (EE)                                                                                                    
      Distúrbios dos Ácidos Orgânicos
      • Acidemia Metilmalônica (MMA)
      • Acidemia Propiônica (PA)
      • Acidemia Isovalérica (IVA)
      • Acidemia 2-Metilbutirilglicinúria (2MBG)
      • Acidúria Malônica
      • Acidemia Glutárica tipo 1 (GA-1)
      • Acidemia 2-Metil-3-Hidroxibutírica (2M3HBA)
      • Acidúria 3-Metil-Glutacônica (3MGA)
      • Deficiência de 3-Metilcrotonil-CoA Carboxilase (3MCC)
      • Deficiência de 3-Hidroxi-3-Metilglutaril-CoA Liase
      (HMG-CoA Liase)
      • Deficiência de Beta-Cetotiolase (BKT)
      • Deficiência Múltipla de Carboxilase (MCD)
      • Deficiência de Biotinidase
      • Deficiência de Holocarboxilase Sintetase
      Atividade de G6PD Deficiência de Glicose 6 fosfato desidrogenase
      SCID, AGAMA-Detecção de cópias TREC/KREC • SCID
      • Agamaglobulinemia
      • Outras linfopenias de célula T e B
      Treponema, IgM Sífilis
      Trypanossoma cruzi, IgM Doença de Chagas
      Citomegalovirus, IgM Citomegalovirose
      Rubeola, IgM Rubeola congênita
      HIV AIDS / SIDA
      ou Soropositividade para HIV

Em busca de sempre oferecer o que há de mais moderno aos seus pacientes, a Rede Mater Dei disponibiliza a maior revolução na triagem neonatal com a análise de Espectrometria de Massas em Tandem, permitindo que várias condições sejam triadas em um único teste, através da análise de aminoácidos e acilcarnitinas em uma amostra de sangue conservado em papel filtro.
Um resultado normal não é garantia de que o bebê não terá problema neurológico ou intelectual. O Teste do Pezinho normal não afasta a possibilidade de ocorrer deficiência mental ou comprometimento neurológico por outras causas, sejam elas genéticas ou adquiridas. Também não diagnostica alterações cromossômicas, como por exemplo, a Síndrome de Down.

Qual o melhor Teste do Pezinho para o meu bebê? 

Na Rede Mater Dei de saúde é possível personalizar o teste de acordo com as orientações do pediatra.
Caso seja a primeira vez que o bebê irá realizar o teste, o pediatra deverá preencher um pedido especificando os exames individualmente, ou indicar um teste que reúna o conjunto de exames relacionados às doenças escolhidas para serem pesquisadas. 

SCID

Triagem para Imunodeficiências Congênitas - SCID , Agamaglobulinemia e outras linfopenias de células T e B. Método: PCR quantitativo em tempo real.

Este exame é uma detecção simultânea de cópias de TREC e KREC em sangue e papel filtro. Detecta condições que fazem parte de um grupo de doenças consideradas emergências pediátricas, que compromete severamente a saúde do bebê com alto índice de mortalidade se não diagnosticadas e tratadas precocemente.
Na maioria das vezes, o recém-nascido não apresenta nenhum sinal da doença ao nascimento, por isso o diagnóstico deve ser o mais precoce possível a fim de evitar infecções graves potencialmente letais. Quase a totalidade dos recém-nascidos diagnosticados precocemente com estas condições e tratados antes de completar três meses de vida terão uma vida normal.


Quando deve ser realizado o teste para SCID?

O melhor momento para colher o exame é junto com o teste do pezinho. Por se tratar de um grupo de doenças que suprime severamente a imunidade, o ideal é a realização deste teste e a obtenção do resultado antes que vacinas com organismos vivos atenuados sejam aplicadas em seu bebê.
Esta precaução é ainda mais relevante em casos de histórico familiar de tratamentos múltiplos ou óbitos por infecções severas na infância. Consulte seu pediatra para orientação.

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE TESTE DO PEZINHO

- Colher preferencialmente entre o 3º e o 5° dia de vida. Pode ser coletado, no máximo, até o 90º dia de vida.
- Preparo/Jejum: Intervalo máximo entre uma mamada e outra.
- Coletar antes do 3º dia de vida, somente com recomendação médica.
- Caso o recém-nascido tenha recebido transfusão sanguínea, deve-se colher conforme a orientação médica.
 

ONDE FAZER O EXAME NA REDE MATER DEI 



 

Publicado em: 09/12/2020

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Cuidados com o bebê

Posts Relacionados

17 Dezembro 2021

Confira como foi a 11ª edição da...

Em novembro, ocorreu a 11ª Edição da Campanha Mater Dei na Luta Contra o Câncer. Foram disponibilizadas 200 vagas gratuitas para que mulheres e homens realizassem os exames de mamografia e PSA (exame de sangue para detectar alteração na próstata) além de...
19 Novembro 2021

Saiba o que é andropausa e como ela...

É natural que, com o aumento da idade, o homem diminua a produção de testosterona. Essa queda pode acontecer por distúrbios primários (dos próprios testículos) ou secundários (de hormônios que controlam os testículos).
09 Março 2022

Cuidar dos rins também proporciona...

Em 10 de março é celebrado o Dia Mundial do Rim. Segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), cerca de 850 milhões de pessoas sofrem de doença renal crônica (DRC) no mundo, sendo que 2 a 4 milhões morrem anualmente em decorrência da enfermidade.