Filosofia e História - REDE MATER DEI DE SAÚDE

Filosofia e História

Mater Dei foi inaugurado em 1º de junho de 1980, estimulado pelo ideal de construir um Hospital que fosse útil à comunidade. Sua filosofia está fundamentada sobre três princípios básicos: o científico, o cultural e o humanístico. Em primeiro lugar, o Mater Dei se realiza como centro de ciência quando elege como objetivos primordiais relacionados à assistência médica, ao ensino e à pesquisa. Esses objetivos se completam dentro do conceito de unidade moderna e avançada, voltada para o diagnóstico, o tratamento e a prevenção. O Hospital ainda amplia esse conceito quando destaca como política de promoção o crescimento profissional e humano de todas as pessoas que nele trabalham. Para que essa política se realize efetivamente são desenvolvidos programas permanentes de cursos, seminários, pesquisas, publicações, treinamentos e participação em congressos regionais, nacionais e internacionais.

Em segundo lugar para o Mater Dei a cultura é item de preocupação permanente, uma vez que, atento à comunidade na qual está inserido, o Hospital mantém suas portas sempre abertas para a abordagem multidisciplinar do ser humano, por meio de dois Centro de Convenções, um localizado no Mater Dei Santo Agostinho, e outro localizado no Mater Dei Contorno. Nesse aspecto, a Instituição acredita na medicina que realiza a verdadeira integração entre ciência e arte.

Finalmente, o Mater Dei se concretiza dentro de uma perspectiva humanística, quando cultiva como verdade a expressão de que a técnica perfeita não deve excluir carinho, atenção e respeito às necessidades da pessoa humana. Um hospital de corpo inteiro jamais poderia excluir o espírito desse corpo, os significados de todas as vivências, tanto dos pacientes como dos profissionais que nele atuam. Dentro de nossa compreensão, o Hospital deve afirmar-se como ponto de encontro de pessoas, sentimentos, dores, tristezas, angústias e medos, mas também, e principalmente, deve visar o primado da esperança, da fé e do amor.

Estamos conscientes de que se muito foi feito nestes anos, muito mais resta a construir e aperfeiçoar. Para isso, cremos que a convivência salutar de colegas de gerações diferentes possa unir a indispensável experiência dos mais maduros com a força renovadora e rejuvenescedora dos mais jovens. Acreditamos que o Mater Dei será sempre um espaço catalisador para o desenvolvimento de sua comunidade nos planos físico, intelectual e emocional. Essa é a meta que sempre buscamos atingir em sua plenitude: proporcionar um atendimento personalizado, diferenciado e humano a todos os clientes, reafirmando, a cada dia, o nosso compromisso com a qualidade pela vida.

LINHA DO TEMPO
1980
  • No dia 1º de junho de 1980, é inaugurado o Hospital Mater Dei, com uma filosofia bem definida de ser um centro de cultura, ciência e humanismo. O foco no cliente, em tecnologia de ponta, e em ser um centro completo, quaternário de saúde está presente desde o primeiro dia de vida. A imagem que simbolizava este propósito, na época, foi: “Mater Dei um hospital de corpo inteiro”. Dr. José Salvador Silva inaugura o Hospital com uma cirurgia de histerectomia total.

1984
  • Inicia-se a publicação anual do programa de reuniões científicas, em diversas especialidades.
  • Começa a funcionar o Salvador, unidade com equipe multidisciplinar destinada a atender as urgências e emergências domiciliares, em plantão 24 horas. Logo após, foi inaugurado o Serviço de Urgência Cardiológica com Unidade Coronariana Móvel.

1986
  • É criada a Unidade de Mastologia - Unimater voltada para prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças da mama. A Unimater firmou o Mater Dei como centro de referência para diagnóstico e tratamento do Câncer de Mama, realizando procedimentos revolucionários e exclusivos em Minas Gerais. Dentre eles, estão a cirurgia radioguiada (avaliação de lesões não palpáveis na mama) e a pesquisa do linfonodo sentinela (método de diagnóstico do câncer de mama).
  • É criada a primeira equipe multidisciplinar de Minas Gerais a atuar em uma Unidade de Tratamento Intensivo Pediátrico - UTIP. A equipe atua com vários especialistas da área de saúde como médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas e fonoaudiólogos oferecendo assistência completa aos pacientes infantis.

1987
  • É inaugurada a Unidade de Uroginecologia e Urodinâmica - Uromater.

1989
  • Começa a funcionar o serviço de tomografia computadorizada, importante recurso de diagnóstico por imagem.
  • Nasce a primeira criança fruto da fertilização in vitro realizada em Minas Gerais, no Mater Dei, e a terceira do Brasil. O bebê nasceu em Goiânia, mas o tratamento de fertilização que possibilitou a gestação foi conduzido pela equipe de reprodução humana do Hospital. - - Esse fato instituiu um marco no trabalho da equipe de reprodução humana, atualmente desenvolvido pelo Centro de Reprodução Humana, na Unidade Mater Dei Santo Agostinho.

1990
  • É inaugurado o Centro de Litotripsia, destinado ao tratamento de cálculos renais.

1992
  • Neste ano em que é estabelecida, no mundo, a metodologia internacional NISS para controle de epidemiologia e infecções hospitalares, o Mater Dei cria o seu Serviço de Epidemiologia e Controle de Infecção Hospitalar - SECIH, com indicadores iguais ou menores que a referência mundial, gerido por equipe multidisciplinar exclusiva para tal.

1993
  • A Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica e Neonatal - UTIP demonstra resultados assistenciais excelentes, com a recuperação sem sequelas de uma recém-nascida de 26 semanas e 800 gramas. Clara Sabatella, filha dos atores Letícia Sabatella e Ângelo Antônio, esteve em recuperação na UTIP durante três meses. O trabalho realizado pela equipe médica da UTIP sensibilizou a sociedade e a imprensa, que, na época, puderam acompanhar a evolução da menina.

1994
  • O Centro de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do Mater Dei realiza o primeiro implante de stent em artéria ilíaca em Minas Gerais. Essa artéria é responsável pela irrigação e circulação do sangue para os membros inferiores. O implante de stent (prótese de aço inoxidável) foi realizado para abrir a artéria obstruída.

1995
  • O Mater Dei sediou o II Simpósio Internacional de Uroginecologia, que contou com a presença de profissionais de todo o Brasil e do exterior. Foram três dias de palestras com a participação do uroginecologista Stuart Stanton, do St. George’s Hospital, e da uroginecologista Linda Cardozo, do King’s College, de Londres.
  • É inaugurada nova estrutura do CTI.
  • O Mater Dei integra o PAEX (Parceiros para Excelência) da Fundação Dom Cabral, investindo na profissionalização da gestão de seus lideres e colaboradores.

1996
  • Realização do primeiro transplante de fígado bem sucedido em Minas Gerais. O paciente se submeteu a uma cirurgia que envolveu 15 profissionais.

1997
  • O Hospital dá início às obras do Bloco II, um edifício de 17 pavimentos, com infraestrutura moderna e humanizada, heliponto, Day Hospital (local destinado à realização de pequenas e médias cirurgias), unidades de internação e Centro Obstétrico. Com esse projeto de expansão, o Mater Dei torna-se referência nacional.

1998
  • É inaugurado o Laboratório de Patologia Clínica, com atendimento 24 horas, inclusive sábados, domingos e feriados. O Laboratório do Mater Dei oferece total conforto ao cliente com estacionamento no local e serviço de coleta e entrega domiciliar. A sua qualidade foi atestada pelo Serviço de Vigilância Sanitária e pela Sociedade Brasileira de Patologia Clínica que conferiu ao Laboratório um certificado de excelência.
  • As áreas de diagnóstico, imagem e exames complementares são ampliadas, com disponibilização 24 horas para a população e para o corpo clínico.
  • É criado o Comitê de Ética em Pesquisas - CEP, órgão credenciado ao Comissão Nacional de Ética em Pesquisa - Conep, responsável pela aprovação, avaliação e acompanhamento de aspectos éticos de todas as pesquisas realizadas no Hospital. Esse Comitê visa defender os interesses dos participantes, em sua integridade e dignidade, e contribuir para o desenvolvimento da ciência. Em conformidade com a legislação vigente, o Comitê do Mater Dei é multidisciplinar, ou seja, constituído por membros de formações diversificadas, entre profissionais das áreas de saúde, ciências exatas, sociais e humanas e membro representando a comunidade de usuários da Instituição. Com atuação simultaneamente consultiva e educativa, o CEP realiza diversos tipos de pesquisas clínicas.

1999
  • José Salvador Silva, diretor presidente, recebe o título de Empresário do Ano, concedido pela Associação Comercial de Minas Gerais. Neste mesmo ano o Hospital homenageia a cultura brasileira lançando o Prêmio Mater Dei de Cultura, categoria Literatura Adulta e Infantil, de abrangência nacional. Nos próximos anos, o Prêmio prestigiou as categorias Música Erudita, Artes Plásticas e Teatro.

2000
  • O Mater Dei inaugura o Bloco II, dentro do projeto “Mater Dei 2000 – Maior e Melhor”, iniciando com o Day Hospital, centro especializado em cirurgias de pequeno e médio porte, onde o paciente recebe alta no mesmo dia.
  • Dá início à elaboração dos protocolos médicos e ao desenvolvimento do setor de Padronização e Garantia da Qualidade.
  • É realizada pela equipe de uroginecologia a primeira cirurgia minimamente invasiva para correção de incontinência urinária feminina de Minas Gerais

2001
  • Acontece em Brasília o 1º Fórum Nacional de Hospitais Privados - Brasil Top Hospital - com a finalidade de assegurar a excelência dos serviços, a liderança no mercado e a melhoria de seus resultados. Participaram deste evento 25 hospitais do Brasil. O Mater Dei Santo Agostinho foi o único hospital de Minas Gerais a ser selecionado para integrar o grupo. A partir do Fórum Nacional foi criada a Associação Nacional dos Hospitais Privados - Anahp, com o objetivo de discutir os impactos do avanço tecnológico na medicina hospitalar privada, a gestão empresarial e a ação governamental na saúde.
  • Inaugura, ainda, seu novo Centro Obstétrico e Maternidade, em ambiente mais amplo e humanizado.

2002
  • O Mater Dei, sintonizado com as necessidades do cliente, inaugura dois serviços dentro da estrutura do Pronto Socorro 24 horas, o atendimento em Medicina Geriátrica – em uma iniciativa pioneira em Belo Horizonte, e a Clínica de Oftalmologia.
  • O Hospital é escolhido pelo Fórum de Líderes da Gazeta Mercantil como destaque no Setor Saúde – região Sudeste.

2003
  • Lançamento do Projeto Qualitas, resultado de dois anos de trabalho, que se baseou na elaboração de protocolos de padronização, qualidade e integração. Para a padronização da forma de atendimento foram mobilizadas 84 equipes, que atuaram na elaboração de 570 protocolos médicos, 750 processos assistenciais de enfermagem e 1.100 descrições das atividades administrativas.
  • O Hospital Mater Dei conquista o “Hospital Best – Minas Gerais”, numa iniciativa da Associação Brasileira de Marketing em Saúde - ABMS.

2004
  • Alcançou o Certificado de Excelência Nível 3, concedido pela Organização Nacional de Acreditação - ONA, tendo como instituição acreditadora a DNV. O Mater Dei foi o primeiro hospital de Belo Horizonte, e um dos dois primeiros do Brasil a conquistar o título.
  • Foi escolhido para dar suporte clínico e hospitalar ao evento do Mercosul.
  • O Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem conferiu ao Hospital Mater Dei o certificado de qualidade em ultrassonografia, sendo o primeiro de Minas Gerais a conquistar esse certificado.
  • A equipe de Mastologia do Mater Dei passou a coordenar estudos sobre a quimioprevenção do câncer de mama no Brasil. O Colégio Brasileiro de Radiologia confirmou o Certificado de Qualidade em Mamografia, por encontrar-se dentro dos padrões exigidos por essa instituição. A equipe desenvolve também estudo pioneiro no Brasil para rastrear pequenos nódulos não palpáveis através do uso de uma substância denominada tecnécio. O Hospital foi convidado pelos pesquisadores internacionais do IBISII (International Breast Câncer Interventional Study) a integrar essa pesquisa de âmbito internacional.

2005
  • O Hospital é recertificado pela Organização Nacional de Acreditação - ONA no Nível 3, de excelência.
  • Recebe o prêmio Top Of Mind, na Categoria Liderança pela revista mineira Mercado Comum.
  • O Mater Dei recebe homenagem da Assembleia Legislativa de Minas Gerais pelos 25 anos de serviços prestados à sociedade.
  • É adotado o Código Azul, sistema de atendimento de parada cardiorrespiratória para pacientes em áreas não críticas, visando atendimento rápido, padronizado, minimizando possíveis sequelas.
  • Nos moldes do modelo de gestão em vigor no Hospital, amplia-se o planejamento estratégico para o corpo clínico, de forma pioneira, em que indicadores de assistência são analisados em conjunto pela alta direção do Hospital, gerando um grande avanço nos resultados obtidos e beneficiando os pacientes.
  • Inauguração do Serviço de Ressonância Magnética equipado com estrutura moderna e qualificada.

2006
  • O Mater Dei foi escolhido como único hospital oficial da 47ª Reunião Anual do Banco Interamericano de Desenvolvimento - BID, maior evento financeiro itinerante do mundo, realizado de 28 de março a 5 de abril, em Belo Horizonte.
  • No dia 1º de junho 2006, dia que o Mater Dei completou 26 anos, foi inaugurado o novo CTI, com capacidade para 50 leitos e 1,5 mil m2.
  • O Mater Dei, instituição com 26 anos de tradição na assistência à saúde, manteve-se, pela terceira vez, na “Categoria Nível 3 - Acreditação com Excelência”, concedido pela Organização Nacional de Acreditação - ONA, reconhecida pelo Ministério da Saúde. Após avaliação criteriosa dos auditores da Organização, o Hospital conseguiu comprovar a excelência de seus serviços e firmar-se como um dos melhores hospitais do país.

2007
  • Foi certificado novamente em Excelência, em Nível 3 pela Organização Nacional de Acreditação - ONA.
  • É inaugurada e passa a funcionar moderna Unidade de Radioterapia para tratamento de câncer, que alia equipamentos de última geração a competentes profissionais. Graças aos novos recursos, a radiação é direcionada para a área a ser tratada, evitando a incidência nos tecidos sadios próximos. Desta forma, obtêm-se resultados mais eficazes, melhorando a qualidade de vida dos pacientes.
  • A Unidade de Uroginecologia e Urodinâmica - Uromater do Hospital Mater Dei completa 20 anos de atuação. A Uromater foi a primeira clínica especializada em Uroginecologia e Urodinâmica de Minas Gerais.
  • É o primeiro hospital de Minas Gerais a integrar a campanha “5 Milhões de Vidas” do Institute for Healthcare Improvement - IHI, que é uma organização americana de alta credibilidade e sem fins lucrativos.

2008
  • Foi escolhido como hospital exclusivo para atender exclusivamente aos profissionais do Cirque du Soleil, durante temporada cultural em Belo Horizonte.
  • Obteve em conformidade com a norma ISO 9001/2000, a certificação internacional através do selo Raad voor Accreditatie (RVA), Conselho de Acreditação Holandês.
  • Foi novamente recertificado com excelência, em nível 3 pela Organização Nacional de Acreditação (ONA).
  • Henrique Moraes Salvador, diretor técnico do Mater Dei, foi eleito presidente do conselho deliberativo da Associação Nacional de Hospitais Privados - Anahp.
  • É adquirido e adotado o equipamento de mamografia digitalizada.
  • Mais um recurso pioneiro em Minas Gerais foi empregado no Mater Dei: o implante de marca-passo cerebral para tratamento de epilepsia crônica e de difícil controle.
  • É criado e passa a ser adotado o Código Amarelo, protocolo que visa identificar previamente os pacientes que apresentam risco de ter uma parada cardiorrespiratória, em áreas não críticas, antes que ela ocorra, evitando complicações e atuando no restabelecimento de pacientes com potencial em desenvolver complicações diversas.
  • É adquirido pelo Mater Dei novo tomógrafo multislice 64 canais. O recurso se diferencia pela tecnologia altamente avançada, recurso dotado de 64 fileiras de detectores, o que permite maior número de cortes e diagnóstico de lesões corporais internas com mais precisão e rapidez. Dessa forma, a novidade oferece maior capacidade de visualizar lesões menores com precisão surpreendente, beneficiando todas as clínicas.

2009
  • O Hospital foi Acreditado pela National Integrated Accreditation for Healthcare Organizations - NIAHO, certificado internacional utilizado pelo modelo de saúde americano, sendo o primeiro hospital a ter esta certificação fora dos Estados Unidos. O título demonstra que o Mater Dei se equipara aos melhores centros de saúde dos Estados Unidos.
  • É credenciada pelo MEC a residência médica do Mater Dei. Entre as especialidades contempladas estão cirurgia geral, clínica médica, ginecologia e obstetrícia. Além disso, o Hospital oferece pós-graduação em diversas especialidades da área médica e de enfermagem, em parceria com a Fundação Educacional Lucas Machado - Feluma.

2010
  • É feita expansão da Unidade de Oncologia. Com a ampliação, triplica-se a capacidade de atendimento e pacientes que precisam de quimioterapia.
  • É adquirido um segundo equipamento de ressonância magnética, agora com potência de 3 Teslas. É feita aquisição de moderno tomógrafo Multislice, equipamentos que está entre os mais modernos do mundo. Da mesma maneira, são ampliados os equipamentos de ultrassonografia 4D e medicina nuclear, dentro dos mais avançados padrões tecnológicos e de qualidade.
  • Em 1º de junho de 2010, Mater Dei completa 30 anos, demonstrando solidez, inovação e pioneirismo, mantendo-se fiel à sua missão: "o compromisso com a qualidade pela Vida" e recebe homenagem da Assembleia Legislativa de Minas Gerais em sessão solene.
  • Em maio, o Mater Dei recebe o 15º prêmio Top of Mind, da revista Mercado Comum, como Instituição destaque no segmento hospitalar em Minas, na categoria liderança. Pesquisa criteriosa feita por empresa de inteligência competitiva, especializada nas áreas de marcas, perfil do consumidor, análise de mercado de mercado, serviços e produtos.
  • Em dezembro, o Hospital anuncia projeto de expansão com a compra do terreno do antigo Mercado Distrital do Barroca de 7.800 m2 para construção de nova unidade hospitalar, o Mater Dei Contorno.

2011
  • São iniciadas as obras para a construção da nova unidade hospitalar Mater Dei Contorno que terá 22 pavimentos e estrutura de hospital geral com pronto-socorro, unidade de oncologia, centro cirúrgico, Unidade de terapia intensiva - UTI, unidades de internação e de diagnóstico, etc.
  • Criação do Conselho de Administração do Hospital.

2012 
  • José Salvador Silva, fundador do Hospital e presidente do Conselho de Administração do Mater Dei, recebe a Medalha “Israel Pinheiro”.
  • O Mater Dei recebe o Selo de Qualidade em Mamografia.

2013 
  • O Mater Dei mantém certificações nacionais e internacionais.
  • É inaugurado o agendamento online.
  • Mater Dei é premiado no 2º Congresso Nacional de Hospitais Privados.

2014 
  • Inauguração Mater Dei Contorno (comemoração dos 35 anos do Mater Dei): nasce a Rede Mater Dei de Saúde.
  • Mater Dei recebe o Prêmio Latino Americano de Higienização das Mãos.
  • Hospital é referência em Osteoporose em Congresso nos EUA.
  • Inaugurado o Centro de Reprodução Humana.
  • É lançada a Revista Mater Dei. 
  • Mater Dei Contorno inicia atendimento de Pronto-socorro pediátrico. 
  • Inauguração da Sala Híbrida e PET-CT no Mater Dei Contorno. 

2015
  • Inauguração do Mais Saúde Mater Dei.
  • Inauguração do Centro de Oncologia, no Mater Dei Contorno, com o 1º Pronto-socorro oncológico de Minas Gerais.
  • Mater Dei Santo Agostinho é o único Hospital de Belo Horizonte a participar do Projeto Parto adequado.
  • Recertificação ONA, Niaho e ISO do Mater Dei Santo Agostinho.
  • Mater Dei Contorno assume a Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica – UTIP e Internação Pediátrica da Rede. E, o Mater Dei Santo Agostinho permanece com a Maternidade e a Unidade de Terapia Intensiva Neonatal – UTIN. 
  • A Rede Mater Dei de Saúde foi premiada na 14º edição do Prêmio Ser Humano: Dr. José Salvador Silva, fundador do Hospital e presidente do Conselho de Administração da Rede Mater Dei de Saúde, recebeu o título de Personalidade Empresarial do ano e  Centro de Formação Institucional - CFI da Rede foi vencedor na modalidade Gestão de Pessoas – Categoria Empresa. 
  • O estudo “Correspondência Diagnóstica: Um novo indicador de qualidade da Clínica Médica I da Rede Mater Dei de Saúde, conquistou o 2º lugar na Sessão Pôster do 3º Congresso Nacional de Hospitais Privados – Conahp, evento organizado pela Associação Nacional dos Hospitais Privados – Anahp (Seminário Anahp).

2016

2017