Mater Dei discute os desafios clínicos da terapia anticoagulante, durante o Congresso Mineiro de Cardiologia - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Sobre o Mater Dei » Fique por dentro » Notícias Institucionais » Mater Dei discute os desafios clínicos da terapia anticoagulante, durante o Congresso Mineiro de Cardiologia

Mater Dei discute os desafios clínicos da terapia anticoagulante, durante o Congresso Mineiro de Cardiologia

O Serviço de Cardiologia da Rede Mater Dei de Saúde, sempre atenta aos avanços dos tratamentos das doenças cardiovasculares, promoverá no dia 07 de julho de 2016, das 12h30 às 13h30, durante 26º Congresso da Sociedade Mineira de Cardiologia, o II Simpósio Satélite da Rede Mater Dei de Saúde. O tema será “Decisões Complexas em Cardiologia: a arte da terapia anticoagulante em situações difíceis”. Os especialistas da Rede discutirão o assunto em consonância com o tema central do Congresso: “Aprimorando as decisões clínicas e o tratamento das doenças cardiovasculares”.
 
O conhecimento médico atual, além do necessário embasamento da ciência básica, tem se consolidado com as informações provenientes dos grandes estudos clínicos. “Eles fundamentam as decisões na prática clínica, a chamada Medicina Baseada em Evidências. Entretanto, os desafios da medicina não se esgotam com o conhecimento advindo das evidências científicas atuais. O médico se defronta, diariamente, com situações desafiadoras em que o conhecimento científico tem que ser aplicado em um paciente de forma individualizada, particularizada às suas condições clínicas, comorbidades e interações medicamentosas. Reconhecendo a riqueza da discussão e o benefício para o paciente, a equipe de Cardiologia do Mater Dei, além das análises clínicas diárias nas Unidades de Internação e Unidade Coronariana, discute, semanalmente, os casos clínicos na reunião do Heart Team”, explica o coordenador do Serviço de Cardiologia da Rede Mater Dei de Saúde, Henrique Patrus.
 
O Heart team do Mater Dei vai coordenar uma sessão interativa, com ampla participação da plateia. “Levaremos para o II Simpósio Satélite da Rede Mater Dei de Saúde uma situação clínica desafiadora, em que, à luz da evidência científica, discutiremos a melhor conduta para um paciente em particular. Serão apresentados casos clínicos complexos e as condutas serão discutidas interativamente, por meio de votação eletrônica. A cada momento, teremos a moderação de especialistas baseada em atuais evidências científicas”, fala o médico.
 
O Simpósio está sendo organizado pelos cardiologistas Ariane Scarlatelli Vieira Macedo, Henrique Patrus Mundim Pena, Carlos Eduardo Ornelas, Luiz Guilherme Passáglia, Marco Paulo Barbosa, e Bruno Alencar.
 
Destinado aos profissionais da cardiologia, residentes acadêmicos, farmacêuticos e demais profissionais da saúde e interessados, 26º Congresso da Sociedade Mineira de Cardiologia será de 7 a 9 de julho de 2016, no Minascentro, Belo Horizonte. Saiba como participar pelo telefone (31) 3274 6839 ou pelo site www.congressomineirodecardio.com.br
 
Segue a programação do II Simpósio Satélite da Rede Mater Dei de Saúde – Decisões Complexas em Cardiologia, a arte da terapia anticoagulante em situações difíceis
 
Caso clínico: Síndrome coronariana aguda e fibrilação atrial - Sessão de perguntas e respostas com votação interativaPainel de discussão: estado da arte no manejo antitrombótico na síndrome coronariana aguda e fibrilação atrial
 
Moderação (Heart team Mater Dei):

  1. Ariane Vieira Scarlatelli Macedo
  2. Bruno Alencar Fonseca
  3. Henrique Patrus Mundim Pena
  4. Marco Paulo Barbosa
  5. Luiz Guilherme Passaglia
  6. Carlos Eduardo Ornelas


RESPONSÁVEL:
Henrique Patrus
Cardiologista e Coordenador do Serviço de Cardiologia da Rede Mater Dei de Saúde
CRM-MG: 26652



Publicado em: 12/09/2016

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Notícias institucionais

Termos relacionados cardiologia simpósio coração

Posts Relacionados

08 Agosto 2016

Dicas Mater Dei de prevenção e...

Cerca de 90% das pessoas que possuem doença coronariana, como infarto ou angina de peito, apresentam um ou mais fatores de risco que podem ser modificados, dentre eles o colesterol alto.
12 Junho 2018

Você sabia? Crianças também têm...

As consequências da cardiopatia congênita são diversas e heterogêneas, dependem do tipo de má formação. Quando não é corrigida, pode evoluir para dilatação e fraqueza do coração, arritmias cardíacas e problemas pulmonares irreversíveis.
09 Agosto 2016

Médicos do Mater alertam sobre o...

Manter o saleiro o mais longe possível da mesa é importante para manter a qualidade de vida de toda a família. Essa simples mudança de hábito pode reduzir as chances de desenvolver hipertensão e até doenças cardiovasculares.