Rede Mater Dei de Saúde realiza Implante de Endoprótese Ramificada - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Sobre o Mater Dei » Fique por dentro » Notícias Institucionais » Rede Mater Dei de Saúde realiza Implante de Endoprótese Ramificada

Rede Mater Dei de Saúde realiza Implante de Endoprótese Ramificada

Sala Híbrida permite a realização do procedimento de alta complexidade, por meio de atendimento seguro e personalizado 


A equipe de Cirurgia Vascular e Endovascular realizou um Implante de Endoprótese Ramificada (BEVAR) para o tratamento de aneurisma que da aorta, no dia 18 de dezembro, no Mater Dei Contorno. O procedimento de alta complexidade e minimamente invasivo destaca-se por ser uma opção em pacientes com elevado risco cirúrgico, uma vez que o aneurisma que acomete a aorta torácica e abdominal apresenta altas taxas de complicações e mortalidade.
    
A técnica está associada a diminuição do tempo operatório e tempo de hospitalização. “O tratamento com a cirurgia aberta convencional produz bons resultados, mas são cirurgias de grande porte, necessitando em muitos casos de circulação extracorpórea, grandes incisões no tórax e abdômen, transfusão sanguínea e um tempo de internação prolongado. As principais complicações no tratamento desta doença são neurológicas (AVC, paraplegia dos membros inferiores), insuficiência renal, isquemia intestinal. O uso desta técnica endovascular (BEVAR) minimiza o tempo de internação, e essas potenciais complicações”,explica o especialista em Cirurgia Vascular e Endovascular (coordenador do serviço de Angiologia, Cirurgia Vascular e Endovascular), Paulo Bastianetto.

A realização da cirurgia só foi possível devido à estrutura oferecida pela Sala Híbrida, uma moderna sala de Hemodinâmica/Cirurgia Endovascular. “O espaço ideal para este de procedimento já que existe um tempo aberto (cirurgia convencional para acesso às artérias femoral e axilar) e um tempo endovascular (implante da endoprótese e cateterização dos ramos viscerais). A qualidade da imagem, associada à menor taxa de emissão de radiação do equipamento, traz mais segurança para o paciente e a equipe assistencial”, esclarece o médico. 

Localizada no Mater Dei Contorno, a Sala Híbrida tem o objetivo de assegurar conforto e segurança nos processos cirúrgicos e obtenção de imagens. Atualmente, vários procedimentos são realizados, como procedimentos hemodinâmicos vasculares percutâneos (cateterismos cardíacos, tratamento de arritmias cardíacas, implante de válvulas cardíacas, abordagem híbrida de aneurismas de aorta, correção de malformações vasculares) e procedimentos não vascular (colangiografia transparietoepática, destruição de tumores por radiofrequência, colocação percutânea de próteses biliares). Tudo em um mesmo ambiente, sem a necessidade de transferência de pacientes que, normalmente, estão instáveis.


Diferenciais tecnológicos


A Sala Híbrida reúne diferenciais tecnológicos que oferecem aos pacientes um diagnóstico e tratamento personalizado sobretudo, em um ambiente humanizado: 
  1. Solução de revestimento da sala (módulos em aço inox): antissepsia mais adequada; maior facilidade de manutenção
  2. Conectividade: câmeras em HD para gravação e transmissão de casos
  3. 10 telas de LCD: monitor principal de 56″, monitor auxiliar de 42″, entre outros.
  4. Reconstrução angiográfica em 3D
  5. Equipamentos diagnósticos auxiliares, como Ecocardiografia, Tomografia por Coerência Óptica Intravascular (OCT) e Fluxo de Reserva Fracionado (FFR). Estes aparelhos acessórios são conectados ao equipamento, inserindo a imagem em qualquer um dos seis monitores estrategicamente posicionados na sala
  6. Outro item de segurança para a equipe assistencial e para o paciente é a tecnologia empregada no equipamento da Sala que permite reduzir, em até 73%, a radiação. 

A Sala Híbrida possui também uma rede de conectividade, com duas câmeras de vídeo de alta definição, permitindo a transmissão simultânea do procedimento por videoconferência para qualquer lugar do mundo, bem como um sistema de áudio de última geração, proporcionando um ambiente mais agradável e relaxante. Um painel que faz alusão as montanhas do estado de Minas Gerais, foi escolhido para que os pacientes possam se sentir em casa. As potenciais dificuldades destas intervenções que necessitam de tratamento cirúrgico de urgência, são resolvidas de forma mais segura e imediata. 


A equipe médica 


A utilização da Sala Híbrida requer preparo técnico da equipe assistencial. Os médicos da equipe de Cirurgia Vascular e Endovascular da Rede possuem capacitações adquiridas em treinamentos, congressos e workshops internacionais, as quais possibilitam um atendimento seguro e eficaz. A equipe possui preparação personalizada para esclarecimentos de dúvidas e orientações fundamentais que garantem o sucesso na cirurgia e no pós-operatório dos pacientes. Ademais, a Sala funciona com atendimento personalizado, com hora marcada e ampla disponibilidade de horários, que permitem marcação de exames mesmo fora do horário comercial, conforme a conveniência do médico assistente e dos pacientes. 
Esclarecimentos de dúvidas e orientações, podem ser obtidos pelo telefone: (31) 3339-9000.


RESPONSÁVEL:
Paulo Bastianetto
Coordenador do serviço de Angiologia, Cirurgia Vascular e Endovascular da Rede Mater Dei de Saúde
CRM-MG: 38247


Publicado em: 30/12/2016

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Notícias institucionais

Termos relacionados Sala Híbrida BEVAR Cirurgia Vascular

Posts Relacionados

20 Março 2017

Sala Híbrida

A Sala Híbrida, localizada no Mater Dei Contorno, representa um grande avanço na medicina: combinação de uma moderna sala de Hemodinâmica/Cirurgia Endovascular com uma completa sala de cirurgia.
28 Setembro 2016

Sala híbrida – Mais conforto,...

A Sala Híbrida insere a alta qualidade da imagem obtida no laboratório de intervenção cardiovascular dentro de um ambiente com condições ideais para uma cirurgia convencional.
30 Dezembro 2016

Rede Mater Dei de Saúde realiza...

A equipe de Cirurgia Vascular e Endovascular realizou um Implante de Endoprótese Ramificada (BEVAR) para o tratamento de aneurisma que da aorta, no dia 18 de dezembro, no Mater Dei Contorno.