Rede Mater Dei de Saúde faz expansão do Serviço de Hemodiálise - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Sobre o Mater Dei » Fique por dentro » Notícias Institucionais » Rede Mater Dei de Saúde faz expansão do Serviço de Hemodiálise

Rede Mater Dei de Saúde faz expansão do Serviço de Hemodiálise

A Rede Mater Dei de Saúde vai inaugurar, no dia 24 de outubro, o novo espaço do Serviço de Hemodiálise. Trata-se da expansão do atendimento para pacientes com insuficiência renal para o Mater Dei Contorno, que contará com instalações modernas, boxes amplos, individualizados e climatizados para proporcionar aos clientes mais conforto, privacidade e segurança. Uma estrutura dentro dos padrões internacionais dos melhores serviços e de acordo com as mais recentes exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa e do Ministério da Saúde.

“As novas instalações do Serviço de Hemodiálise Mater Dei foram construídas em acordo com projetos de unidades de saúde norte-americanas. O atendimento é personalizado, em um ambiente mais tranquilo e com garantia de qualidade dos serviços prestados, sendo o único Serviço de Hemodiálise em Minas a oferecer um espaço totalmente exclusivo e individualizado. A equipe de atendimento é multidisciplinar e composta de profissionais altamente qualificados, com enfermeiras, psicólogas, nutricionistas e nefrologistas para melhorar o tratamento e a qualidade de vida do paciente. O Serviço é, ainda, vinculado a uma equipe de Transplante Renal experiente, para encaminhamento dos pacientes com indicação de realização de transplante”, conta o coordenador do Serviço de Hemodiálise, o médico Euler Lasmar.

Há 15 anos realizando o Transplante Renal, o Mater Dei foi um dos primeiros hospitais de Belo Horizonte a fazer este tipo de cirurgia. O Serviço de Hemodiálise foi inaugurado 2005 com o atendimento concentrado no Mater Dei Santo Agostinho e, devido ao aumento da demanda dos pacientes, houve a necessidade de expansão. “O Serviço na Rede é intra-hospitalar atendendo a pacientes internados e externos, contando com todo o suporte de um hospital de referência em Belo Horizonte, com Certificação de Organizações Internacionais - Joint Comission Internacional - JCI e NIAHO e todos os recursos para tratamento de eventuais intercorrências dos pacientes em hemodiálise e grande facilidade para internação, inclusive em Centro de Terapia Intensiva. Assim, toda a equipe profissional está voltada não somente para a realização das sessões de hemodiálise ambulatorial, mas para oferecer um amplo suporte tanto para os pacientes renais crônicos, quanto para seus familiares”, esclarece o coordenador. Euler ressalta que no Mater Dei Santo Agostinho, a partir de agora, serão feitas apenas as hemodiálises em pacientes com insuficiência renal aguda ou em crônicos que estiverem internados.

A Hemodiálise
O médico explica que a Hemodiálise ou Terapia Renal Substitutiva – TRS é um procedimento por meio do qual uma máquina limpa e filtra o sangue, fazendo o trabalho que o rim doente não pode fazer. A principal causa da doença é a Diabetes melitus, seguida pela Hipertensão arterial e as Nefrites. Visando um cuidado integral ao paciente, está implantada uma linha para o diabetes no Mais Saúde Mater Dei, local em que os pacientes controlam a glicose, e também a função renal, a saúde dos olhos, do coração e vascular, especialmente, pés.

“O procedimento libera o corpo dos resíduos prejudiciais à saúde, como o excesso de sal, líquidos e outras substâncias tóxicas. Também controla a pressão arterial”, explica. O tratamento é indicado para pacientes com insuficiência renal aguda e crônica. Dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia apontam que no Brasil existem 312 unidades de hemodiálise com 120.000 pacientes com insuficiência renal crônica, ou seja, 180 pacientes por milhão de habitantes.

Na Rede Mater Dei de Saúde, o controle da água usada na diálise é feito por sistema eficiente e automatizado
A água é o principal componente no tratamento da diálise e deve ser tratada com muito rigor, de modo que apresente um padrão de excelência.

Durante o tratamento de Hemodiálie, o processo que limpa e filtra o sangue pode atrair impurezas. Para se ter uma ideia, numa sessão de Hemodiálise, cada paciente tem contato com cerca de 120 a 200 litros de solução. E substâncias indevidamente presentes na água podem passar pelo dialisador e ter acesso direto à corrente sanguínea. Por isso, a importância do controle rígido na qualidade da água utilizada e o correto monitoramento do sistema de abastecimento para garantir a segurança em todas as etapas da diálise.

A Rede instalou um sistema eficiente e automatizado para o maior controle da água usada na diálise. Uma empresa especializada nesse tratamento, com assistência farmacêutica permanente, foi contratada para garantir o controle de qualidade, instalação e operação do sistema. “A água chega pelo abastecimento público da Copasa e passa por uma purificação antes de ir para o tratamento. O sistema possui filtros de micropartículas, resinas especiais de retenção de elementos químicos e equipamentos de osmose reversa. No caso do Mater Dei foi instalado uma Osmose Reversa Duplo Passo e de operação automática para atender a todos os procedimentos com maior rigor e qualidade”, explica a diretora técnica e consultora farmacêutica da empresa Bio Solution, Adriana Chaves.

O superintendente de infraestrutura da Rede Mater Dei de Saúde, Gustavo Paiva, fala que “além das análises exigidas pela Anvisa, o Mater Dei Contorno terá um plano de amostragem semanal em vários pontos do sistema para controle microbiológico e pesquisa de endotoxina da água em todas as etapas do processo, alcançando padrões mais elevados que os necessários de acordo com a legislação e proporcionando segurança elevada no tratamento dos pacientes renais”.

Atendimento
O Serviço de Hemodiálise terá atendimento 24h para pacientes internados no CTI e atendimento de segunda-feira a sábado, em dois turnos, para os pacientes ambulatoriais e das Unidades de Internação. A capacidade máxima de atendimento do Serviço é de 12 pacientes por turno. A Unidade tem a coordenação dos médicos nefrologistas da Rede Euler Lasmar e Marcus Lasmar.

Conheça a estrutura do Serviço de Hemodiálise no Mater Dei Contorno:
-12 boxes individualizados, sendo dois direcionados para diálise peritoneal (procedimento e treinamento).
-Cada box é climatizado e terá uma televisão com fone de ouvido e poltrona reclinável permitindo várias posições para o conforto do paciente e acompanhante.
-Um consultório médico.
-Uma sala de espera.
-Uma sala de coordenação de enfermagem.
-Um posto de enfermagem.
-Três banheiros, sendo um feminino, um masculino e um para Portador de Necessidades Especiais (PNE).
-Uma copa exclusiva para os pacientes.
-Salas: emergência/recuperação; reuso; armazenamento de dialisadores; armazenamento de materiais e medicamentos; tratamento de água; manutenção de máquinas; e sala de Fresenius direcionada para o tratamento de água do paciente agudo e máquinas.
-Área para lavagem de fístulas.

Serviço de Hemodiálise no Mater Dei Contorno
Avenida do Contorno, 9000 – 2º subsolo – Belo Horizonte/MG
Mais informações: 31.3339-9410 (7h às 15h)


RESPONSÁVEL:
Euler Lasmar
Nefrologista e Coordenador do Serviço de Hemodiálise
CRM-MG: 4900


Publicado em: 21/10/2016

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Notícias institucionais

Posts Relacionados

22 Junho 2016

Mater Dei Contorno é acreditado pela...

O Mater Dei Contorno é o primeiro hospital de Minas Gerais a receber a acreditação da Joint Commission International. O foco principal são a Segurança Assistencial do paciente e a Segurança do Ambiente físico.
17 Janeiro 2019

Mater Dei Betim-Contagem

Novo Hospital da Rede Mater Dei de Saúde traz atendimento de qualidade para o oeste de Minas. Será inaugurado em 19 de janeiro de 2019, a partir das 7h.
21 Outubro 2016

Rede Mater Dei de Saúde faz expansão...

A Rede Mater Dei de Saúde vai inaugurar, no dia 24 de outubro, o novo espaço do Serviço de Hemodiálise.