Mater Dei comemora 2º dia de Confraternização Natalina - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Sobre o Mater Dei » Fique por dentro » Notícias Institucionais » Mater Dei comemora 2º dia de Confraternização Natalina

Mater Dei comemora 2º dia de Confraternização Natalina

Foi realizado, no dia 16 de dezembro, o segundo dia do evento de Confraternização de Natal da Instituição. O Centro de Convenções do Mater Dei Contorno recebeu colaboradores e membros do Corpo Clínico do Hospital. No primeiro momento, foi celebrada a tradicional Missa em Ação de Graças, seguida de uma solenidade que homenageou os colaboradores que completaram 15, 20, 25, 30, 35 e 45 anos de trabalhos prestados no Hospital. Também foram homenageados os colaboradores mais elogiados pelo cliente externo, lideranças, coral e membros do Corpo Clínico. Foi disponibilizada uma área de lazer para os filhos dos colaboradores que participaram da comemoração.

O Coral Mater Dei, formado colaboradores de vários setores, que tem a Dra. Elaine Sclearuc como maestrina, também se apresentou nesse dia, com repertório que variou entre músicas sacras, da MPB e natalinas.  Veja as palavras discursas pelo Presidente da Rede Mater Dei de Saúde, Henrique Moraes Salvador Silva.

“Boa noite a todos!

Mais um ano se passou. E que ano…
Em 2016 houve muitas mudanças e grandes emoções tanto no mundo quanto no Brasil e também em nossa Rede Mater Dei.  Eventos surpreendentes ocorreram. A Inglaterra saiu da comunidade europeia, o Prêmio Nobel de Literatura foi para um músico, um avião caiu com um time inteiro de jogadores e jornalistas, morreu Fidel Castro. O mundo viu um presidente norte-americano ser eleito contrariando as expectativas de analistas, de grande parte da imprensa e também de muitos cidadãos daquele país.

No Brasil, o último pleito foi surpreendente, não apenas pelos eleitos para algumas Prefeituras, mas também pela constatação de que está nascendo uma maneira diferente de se fazer política. Torçamos para que neste novo cenário os representantes, efetivamente, exerçam os seus mandatos em favor dos que os elegeram e não sejam mandatários que priorizem seus interesses particulares.

Aliás, foi o ano em que testemunhamos a continuação de uma faxina Ética, que já se desenhava desde o ano passado, mas que deixou surpresos até os mais otimistas. Na esteira de um trabalho árduo, meticuloso e articulado entre instâncias públicas, como Polícia Federal e Ministério Público, um esquema aviltante de corrupção e de desvio do dinheiro público vem sendo desbaratado no maior saneamento ético e moral que a sociedade brasileira jamais pensou em testemunhar.

Na esteira deste importante trabalho, caíram governadores, prefeitos, deputados, senadores, o presidente da Câmara Federal, a presidente da República e diversos empresários, numa limpeza que ainda está longe de terminar. E mais! O presidente do Senado Federal balançou e o atual presidente da República também balança. Ninguém pode ter certeza do que está por vir. Certamente um novo Brasil vai emergir de todo este movimento.

Sabemos que o país passa por um momento econômico muito difícil, não há como prever quando a tão sonhada estabilidade vai chegar. O Produto Interno Bruto continua com crescimento negativo e a sua reação certamente será pífia em 2017. Instalou-se um círculo vicioso em que todos têm a perder. Nesse sentido, empresários relutam em investir. Preferem aguardar, desacelerando suas atividades e esperando a tormenta passar. Os empregados, por outro lado, temem perder o emprego, sem dúvida um bem que dá dignidade ao cidadão.

O país nunca experimentou tanto desemprego. As empresas, inclusive do setor de saúde, não ficarão isentas dos efeitos destas ações de ajuste. Para elas é o momento de se reinventar, de perseguir os sonhos e metas, mas com cuidado, equilíbrio e maturidade e atuando em conformidade com as necessidades da sociedade e de seus clientes. Mais do que nunca é importante que as organizações criem estruturas que promovam o desenvolvimento pessoal, comportamental e profissional das pessoas que lá trabalham. Que invistam em tecnologia e iniciativas para beneficiarem um maior número de clientes. 

O mercado de saúde, especialmente em Belo Horizonte, está passando por muitas transformações. Hospitais tradicionais estão mudando de controle acionário. A concorrência está acirrando. Novos entrantes, instituições buscando novas fatias de mercado... Ao passo que as operadoras de Planos de Saúde, motivadas pela necessidade de se posicionarem melhor em um cenário de baixo crescimento e da saída de usuários do sistema privado, buscam novas formas de atuação junto aos prestadores pressionando por redução de custos. Os fornecedores buscam reajustar os preços dos insumos. Isso nos conduz à necessidade de sermos mais produtivos e eficientes. E não há outra maneira sem que todos nós, médicos, colaboradores e demais profissionais, desenvolvamos a nossa capacidade de sermos mais proativos, persistentes, inovadores e resilientes. É fazer o nosso dever de casa. E nós estamos fazendo.

Nós, da Rede Mater Dei de Saúde, em um movimento pioneiro, estamos investindo em uma estrutura de ética e Compliance para garantirmos um ambiente ainda mais saudável, zelando pela retidão das ações, o respeito e a transparência em nossas relações. Procuramos estreitar a nossa parceria com o corpo clínico.

Os médicos participam da gestão e estão imbuídos do mesmo espírito do servir bem aos nossos clientes. Sabemos que os profissionais necessitam de reciclagem e capacitação, sempre. Por isso, investimos também em Programas de Desenvolvimento de Líderes, Desenvolvimento de Equipes e, por fim, em Desenvolvimento Individual. 

Buscamos oferecer a melhor medicina e a melhor experiência para o paciente da Rede com foco na assistência segura. Se em 2004, de forma pioneira em uma capital brasileira, fomos certificados pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), em nível de Excelência, e, posteriormente, certificados internacionalmente pela ISO e NIAHO Dias, a Acreditação do Mater Dei Contorno pela Joint Commission International (JCI) neste ano foi fruto de um planejamento meticuloso, mas acima de tudo, de uma construção conjunta, dessa parceria com cada um de vocês presentes neste auditório.

A Comunidade da Rede Mater Dei de Saúde tem como característica principal a capacidade de se mobilizar, realizando as transformações necessárias para o novo tempo. Um tempo mais complexo, mas certamente mais participativo. Um tempo em que não poderemos usar mapas antigos, já que os caminhos serão novos. E eles perpassam por um fenômeno que a cada dia faz mais parte da nossa vida: as mídias sociais. Elas dão voz a um grande número de pessoas permitindo uma atuação mais efetiva do cidadão comum em assuntos de seu interesse. Um movimento nunca visto antes na história faz com que esta mobilização exerça uma pressão sobre o sistema vigente, obrigando profissionais, grupos e instituições a prestarem contas dos seus atos e a, efetivamente, representar os interesses da maioria e o bem comum. 

A velocidade com que estas mudanças ocorrem gera uma dificuldade de adaptação por parte das pessoas e das instituições e pode trazer uma maior instabilidade. É preciso que nos adaptemos a este novo tempo. Há o risco de termos que conviver com algumas distorções, dada a rapidez com que estas mudanças estão acontecendo, mas, certamente, elas serão corrigidas com o tempo. O importante é que queiramos ou não, esta é uma nova era e precisamos estar mais abertos às críticas e ao diálogo com os nossos clientes e a sociedade em geral. É isso que temos feito. Ouvir, ouvir e ouvir. E, acima de tudo, utilizar os anseios e percepções dos clientes para melhorarmos a nossa prestação de serviços.

Precisamos reforçar a nossa convicção que o nosso maior aliado, neste cenário de maior dificuldades será sempre o nosso paciente e a sua família. Se já tínhamos um relacionamento de escuta, de diálogo com os nossos clientes, estreitamos essa parceria ao implantar uma ferramenta que nos diz, em tempo real, como os nossos pacientes avaliam os serviços, a estrutura e a equipe assistencial e isso nos ajuda na correção de rumos. E como diz Philip Kotler, “a melhor propaganda é feita por clientes satisfeitos”. 

Neste sentido, o papel das lideranças da Rede Mater Dei de Saúde, aqui incluídos os médicos e gestores, é fundamental para que possamos direcionar o caminho. E isto requer dar a orientação no volume, tempo e medida certa. Precisamos desenvolver outras e novas competências e habilidades além da técnica. Ter a capacidade de interagir de maneira sistematizada com outras partes interessadas. Atuar de maneira mais horizontal com colegas, clientes e fornecedores na cadeia de produção. Criar vínculos e, de maneira empática, compreender que em uma atividade tão complexa como a que exercemos, em que o serviço é medido e é avaliado no momento em que ele é prestado,  a capacidade de respeitar e valorizar o trabalho bem-feito do outro será cada vez mais um requisito fundamental para o sucesso pessoal e da organização. Este movimento já se iniciou aqui na Rede Mater Dei de Saúde. A criação e o sucesso do Hospital Integrado do Câncer é um exemplo recente, dentre outros, de que é possível integrar ações e oferecer à nossa população serviços mais efetivos gerando ainda mais valor para os que atendemos e para a equipe de Saúde.  

E, para isso, precisamos continuar no nosso processo evolutivo. A este movimento de crescer, muitos chamam de empreendedorismo. Que nada mais é do que a capacidade de realizar, de criar. É o que estamos fazendo com a construção do Mater Dei Betim-Contagem. Esta nova Unidade irá se juntar às existentes na Rede Mater Dei de Saúde e permitirá levar o nosso jeito de servir, a nossa cultura de atendimento a mais pessoas, a uma região extremamente carente de bons hospitais e médicos. Vai nos aproximar ainda mais das operadoras de plano de saúde que são nossas clientes tradicionais e que não conseguem se fortalecer em Contagem e Betim, que têm, respectivamente o segundo e o terceiro maior PIB de Minas Gerais, por não conseguirem entregar serviços de saúde na região pela absoluta ausência de acesso para os seus potenciais usuários.  E vamos gerar mais empregos. Será um importante campo de trabalho para os profissionais de saúde e um espaço para realização profissional de muitos de nós. As obras deverão começar no início de 2017 com previsão para conclusão da primeira etapa em 3 anos e o término definitivo em cinco. Com o Mater Dei Betim-Contagem estamos falando em aumentar o número de leitos em nosso estado, em uma época em que, segundo dados da Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp), o Brasil fechou mais de 500 hospitais nos últimos 5 anos. Sabemos que será um capítulo importante da nossa história. E ele está sendo escrito com parcimônia, com cuidado. Dada a situação política e econômica em que o mundo e o Brasil se encontram sabemos da nossa responsabilidade de planejar, executar e monitorar cada etapa do projeto para que o nosso crescimento seja sustentável. 

Transformar este sonho em realidade implica em investirmos em intra-empreendedorismo, ou seja, na capacidade de cada um que faz parte da Rede Mater Dei se assumir como protagonista e se dedicar com verdadeiro envolvimento, força de vontade e paixão pelo que se propõe a fazer. Este tipo de profissional sabe que o sucesso dos projetos da organização está diretamente ligado ao seu próprio sucesso. E contribui, decisivamente, para colocá-lo em prática. Ele pode agregar serviços e estratégias inovadoras e posturas mais competitivas. É esse tipo de pessoa que constrói a Rede Mater Dei de Saúde, tanto que somos Rede justamente devido a essa característica, essa paixão da maioria dos que aqui atuam, seja na área assistencial, administrativa e de apoio. Assim como ocorreu com a fundação do Mater Dei Santo Agostinho e do Mater Dei Contorno, tenho a certeza de que falo em nome de toda a Diretoria e o Conselho de Administração, mais uma vez as pessoas farão a diferença, vocês farão a diferença! Em respeito a vocês, apresentamos em primeira mão um vídeo que relembra alguns momentos da nossa história e que permite termos uma noção de como e o que representará o Mater Dei Betim-Contagem para aquela comunidade e para a nossa Rede de Saúde.


Clique aqui para ver o vídeo 

Vamos acreditar e embarcar em mais este sonho. Ele vai valer a pena! 

Agradeço a todos pela atenção e convido-os a nos acompanhar em mais esta viagem. Certamente nesta trajetória, graças à capacidade empreendedora e intra-empreendedora de vocês, vamos descobrir, assim como com a recente construção e implantação do Mater Dei Contorno, que sonhar com a cabeça nas nuvens e com os pés bem fincados no chão é a maneira mais prática para transformarmos os nossos sonhos em realidade.

Um 2017 com muita paz, felicidade e que consigamos no Natal e neste novo ano renovar a nossa capacidade de realizar as ações que contribuam para a construção de uma saúde mais justa, ética e solidária para os mineiros e brasileiros"
 

Publicado em: 21/12/2016

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Notícias institucionais

Posts Relacionados

13 Dezembro 2017

Confraternização de Natal 2017

A Rede Mater Dei de Saúde iniciou as celebrações de natal na última terça-feira, 12 de dezembro. A Vice-Presidente Assistencial Operacional e Diretora Clínica, Márcia Salvador Géo, fez o discurso do evento, em nome de toda a diretoria da Rede Mater Dei de...
12 Junho 2018

Você sabia? Crianças também têm...

As consequências da cardiopatia congênita são diversas e heterogêneas, dependem do tipo de má formação. Quando não é corrigida, pode evoluir para dilatação e fraqueza do coração, arritmias cardíacas e problemas pulmonares irreversíveis.
10 Janeiro 2019

Estrutura moderna e diferenciada

Localizado no Mater Dei Contorno, o serviço de Hemodiálise da Rede realiza atendimento personalizado aos pacientes com insuficiência renal.