​Mater Dei alcança maior percentual de partos vaginais entre hospitais privados - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Sobre o Mater Dei » Fique por dentro » Notícias Institucionais » ​Mater Dei alcança maior percentual de partos vaginais entre hospitais privados

​Mater Dei alcança maior percentual de partos vaginais entre hospitais privados

No sentido de ampliar e fortalecer as ações de estímulo ao parto normal e humanizado, a Rede Mater Dei de Saúde participa, desde de 2014, do projeto Parto Adequado. “Em 2017, alcançamos o maior percentual de partos vaginais em serviço privado, que foi de 63%. E fazemos isso respeitando o desejo de todas as pacientes, tanto as que querem o parto vaginal quanto as que querem parto cesárea. Esse é sem dúvida o grande diferencial do Mater Dei”, explica o médico e subcoordenador do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia, Carlos Henrique Mascarenhas.

O projeto Parto Adequado é uma iniciativa da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) em parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein, o Institute for Healthcare Improvement – IHI e o Ministério da Saúde. O principal objetivo das ações discutidas entre os participantes do projeto é reduzir o número de cesáreas desnecessárias, além de melhorar o atendimento a gestantes e bebês.

Carlos Henrique ressalta que a diferença entre a cesárea e os partos vaginais está no tempo de recuperação. “No parto vaginal é muito mais rápido, além do menor risco de sangramento e infecção. Mas temos de ter sempre em mente que o parto deve ser seguro, ou seja, se for necessário, toda a equipe médica precisa estar habilitada a fazer a cesárea de forma ágil e segura”, conta.


Estrutura da Maternidade

A maternidade da Rede, localizada no complexo hospitalar do Mater Dei Santo Agostinho, possui uma infraestrutura moderna, com equipamentos de última geração no intuito garantir assistência integrada. O Centro Obstétrico é composto por ambiente amplo, em que toda a família da gestante pode interagir durante o trabalho de parto. 

As salas de parto são adaptadas para as necessidades das pacientes com recursos tecnológicos seguros e algumas possuem o visor, chamado de “mineirinho”, para que todos os acompanhantes, escolhidos pela gestante, possam assistir ao parto. Os apartamentos são estruturados para oferecer conforto e segurança, com alojamento conjunto, que permite a permanência do bebê com a mãe em tempo integral. Além disso, o Hospital conta com uma equipe médico-assistencial especializada, capacitada para garantir um atendimento personalizado e multidisciplinar.

Outro diferencial é a expansão do atendimento da UTI Neonatal do Mater Dei Santo Agostinho. O Serviço de Pediatria ficou concentrado no Mater Dei Contorno, com Pronto-atendimento Pediátrico, Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica – UTIP e Internação Pediátrica.

Publicado em: 26/12/2017

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Cuidados com o bebê

Posts Relacionados

26 Dezembro 2017

​Mater Dei alcança maior percentual...

No sentido de ampliar e fortalecer as ações de estímulo ao parto normal e humanizado, a Rede Mater Dei de Saúde participa, desde de 2014, do projeto Parto Adequado.
24 Junho 2019

Estágio em Medicina - 2019/2020

Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo de Estágio “Não obrigatório” para acadêmicos de medicina. Concentração nas áreas de Ginecologia/Obstetrícia e Cirurgia Geral da Rede Mater Dei de Saúde.
27 Novembro 2016

Projeto Parto Adequado

O Mater Dei Santo Agostinho é um dos 21 hospitais que participam do Parto Adequado da ANS para identificar modelos inovadores e viáveis de atenção ao parto e nascimento