Inovação no tratamento do câncer ginecológico - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Sobre o Mater Dei » Fique por dentro » Imprensa » Inovação no tratamento do câncer ginecológico

Inovação no tratamento do câncer ginecológico

Primeira cirurgia onco-ginecológica robótica é realizada na Rede Mater Dei de Saúde


A Rede Mater Dei de Saúde realizou a primeira cirurgia onco-ginecológica de Minas Gerais utilizando o robô Da Vinci Xi. O sistema cirúrgico, que é o mais moderno do segmento, integra desde agosto o parque tecnológico da Rede Mater Dei de Saúde.

Para realizar o procedimento cirúrgico foi utilizado o recurso tecnológico Firefly incorporado ao sistema Da Vinci Xi. A tecnologia aprimora as imagens em tempo real e, junto com mapeamento fluorométrico com indocyanina verde (ICG), permite que os cirurgiões tenham uma visão privilegiada e avaliem com maior precisão a anatomia de vasos e estruturas do corpo humano. Além disso, o sistema cirúrgico robótico Da Vinci Xi também possibilita a biópsia de linfonodo sentinela com idocianina verde seja feita paralelamente à cirurgia.

Segundo o coordenador do Serviço de Ginecologia Oncológica da Rede Mater Dei de Saúde, Agnaldo Lopes, o linfonodo sentinela (LNS) representa o primeiro linfonodo ou grupo de linfonodos que recebem a drenagem linfática proveniente do tumor. O tratamento cirúrgico da doença consiste na remoção do tumor primário e dos linfonodos regionais afetados. “Como a morbidade da linfadenectomia regional é alta, a biópsia do linfonodo sentinela é uma técnica com potencial de estadiamento adequado que tem a menor taxa de mortalidade”, explica o especialista. 

Tradicionalmente, a histerectomia é realizada via abdominal (com corte vertical no abdome). Porém, a via de sua realização mudou substancialmente nas últimas duas décadas com o advento da laparoscopia e, posteriormente, da cirurgia robótica. No caso do câncer do colo do útero, vários estudos já sugeriram equivalência e também menores taxas de complicações. 

O médico ressalta que a aceitação dos pacientes para cirurgia minimamente invasiva é alta devido ao menor tempo de internação, recuperação e retorno rápido às atividades profissionais. “Entre as principais vantagens da plataforma robótica estão a visão tridimensional com alta definição, câmera fixa, maior mobilidade das pinças e movimentos, maior número de instrumentos sob controle do cirurgião, ausência de tremor, menor curva de aprendizado e tornar factível a cirurgia completa minimamente invasiva em pacientes muito obesas”, explica Agnaldo Lopes. 

RESPONSÁVEL:
Agnaldo Lopes da Silva Filho

Coordenador do Serviço de Ginecologia Oncológica da Rede Mater Dei de Saúde
CRM-MG: 29239

Publicado em: 08/11/2017

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Notícias institucionais

Posts Relacionados

07 Maio 2020

Hospital Integrado do Câncer da Rede...

Revitalização do espaço visa gerar ainda mais conforto aos pacientes durante tratamento
19 Setembro 2016

Revista da Sociedade Europeia...

European Journal of Gynaecological Oncology publica artigo escrito pelos ginecologistas da Rede Mater Dei de Saúde Sálua Calil e João Oscar Falcão Júnior.
03 Novembro 2016

Câncer de Próstata: quando mais...

No Brasil, a estimativa é que ocorrerão 69 mil novos casos de câncer de próstata com, aproximadamente, oito mil novos casos em Minas Gerais, sendo 1.180 em Belo Horizonte.