Mochilas escolares não podem ultrapassar 10% do peso da criança - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Sobre o Mater Dei » Fique por dentro » Imprensa » Mochilas escolares não podem ultrapassar 10% do peso da criança

Mochilas escolares não podem ultrapassar 10% do peso da criança

Excesso de peso na infância e adolescência causam danos à coluna na vida adulta 

 
(Release)

Retomar a rotina, estar atento aos horários, transporte, material escolar e alimentação adequada. Dentre as muitas preocupações na volta às aulas, é importante verificar o peso das mochilas, que não deve ultrapassar 10% do peso da criança. Essa e demais recomendações podem ser fundamentais para prevenir problemas de coluna na vida adulta. Segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (Sbot), 85% da população brasileira, em algum momento, tem queixa de dor nas costas. “Desde cedo, é fundamental a orientação sobre a boa postura e o excesso de peso, a fim de evitar lesões e dores”, explica o ortopedista e traumatologista da Rede Mater Dei de Saúde, Francisco Carlos Sales Nogueira. 
 
Para o uso adequado da mochila, o médico recomenda:
  1. Sempre usar as duas alças. Pendurar a mochila em apenas uma deve ser evitado.
  2. A borda superior da mochila deve estar no nível do ombro e a borda inferior deve estar apoiada na região lombar a dois centímetros da cintura.
  3. As suas alças devem estar ajustadas de forma que a mochila fique em contato total com a coluna da criança.
  4. Organizar a mochila de modo que todos os compartimentos sejam utilizados. Colocar os objetos mais pesados no centro, mais próximo as costas.
  5. Alças que prendem na frente ajudam a dar mais estabilidade.
  6. Levar apenas o material que será utilizado no dia, evitando peso desnecessário.
  7. Mochilas com rodinhas também devem respeitar o limite de peso do estudante.
  8. Ao agachar para carregar a mochila, sempre dobrar os joelhos, nunca se inclinar dobrando as costas.

O ortopedista explica, ainda, que o sedentarismo entre as crianças e adolescentes também merece a atenção dos pais. “A realização de atividades físicas regulares contribui de forma muito positiva para o crescimento mais saudável e exercícios de alongamento, por exemplo, podem ser feitos nos intervalos das atividades”, ressalta.
 

Serviço de Pediatria da Rede

O atendimento pediátrico no Mater Dei está ligado à história da Rede, presente desde a inauguração, em 1980, quando ocorreu o primeiro parto. Desde então, investimentos constantes têm sido realizados nessa área, que merece olhar diferenciado dado a sua complexidade. Atualmente, a estrutura permite que procedimentos simples, até aqueles de alta complexidade sejam oferecidos aos pequenos pacientes. 
 
No Mater Dei Contorno encontra-se a Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP), o Pronto-socorro pediátrico e a Unidade de Internação pediátrica. Já no Mater Dei Santo Agostinho está disponível o serviço de Neonatologia e a Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN).

Conheça o serviço de pediatria da Rede Mater Dei de Saúde.


Publicado em: 01/02/2018

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Cuidados com o bebê

Posts Relacionados

14 Junho 2021

Espaço Kids reforça humanização no...

Nova sala de admissão para pacientes pediátricos no centro cirúrgico do Hospital Mater Dei Contorno é inaugurada
16 Setembro 2016

Setembro é mês de conscientização e...

O Hospital Integrado do Câncer Mater Dei se dedica ao máximo para o diagnóstico, tratamento e estrutura completa em Oncologia Pediátrica.
22 Setembro 2017

​Meses coloridos trazem...

Setembro é o mês de conscientização do câncer de intestino e câncer infantojuvenil. As doenças, que apresentam números crescentes de novos casos no Brasil e no mundo, merecem atenção quanto aos seus principais sintomas.