Medo de ir ao hospital aumenta número de infarto em tempos de pandemia - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Sobre o Mater Dei » Fique por dentro » Notícias Institucionais » Medo de ir ao hospital aumenta número de infarto em tempos de pandemia

Medo de ir ao hospital aumenta número de infarto em tempos de pandemia

Em meio à pandemia do novo Coronavírus, tem ocorrido uma perceptível redução no número de pessoas que buscam ajuda médica, em especial daquelas com sintomas relacionados a problemas cardíacos. 
 
Os pacientes estão preocupados e relatam ter medo de ir ao hospital para fazer os tratamentos necessários, por medo de pegar o COVID-19. Esse cenário tem acontecido mesmo quando a pessoa apresenta sintomas importantes, como dor no peito associado à sensação de falta de ar, sensação de coração acelerado, mal-estar, perda de consciência. 
 
Lucas Lodi, cardiologista intervencionista da Rede Mater Dei de Saúde, relaciona essa mudança ao medo de contágio da COVID-19 em Hospitais, e avalia que esse movimento pode levar a aumento nos casos de morte por infarto no país. “Estudos realizados apontam uma queda de até 70% dos atendimentos por infarto nos hospitais no mundo todo, além de um aumento de até oito vezes o número de mortes por infarto em casa”, explica o médico. 
 
Além disso, pacientes que já possuem algum problema cardíaco, apesar de serem parte do grupo de risco, não podem deixar de fazer o controle regular com o cardiologista. Nesse caso, o médico faz um alerta: “Sintomas como dor torácica, piora da sensação de cansaço ou de inchaço nas pernas não podem esperar e precisam ser investigados com urgência".
 
A Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista (SBHCI) em conjunto com a organização Coração Alerta, criou a campanha “O infarto não respeita quarentena” para mostrar a necessidade de se estar atento aos sinais e sintomas que podem levar ao infarto. O cardiologista reforça, “o risco de morte por infarto é muito maior quando os sintomas aparecem e são negligenciados”.

Rede Mater Dei cria fluxos diferentes de atendimento 
 
Para garantir um atendimento seguro, a Rede Mater Dei de Saúde criou fluxos diferentes nas suas unidades para receber cada tipo de paciente. São entradas, elevadores e guichês de atendimento distintos, além de protocolos ainda mais rígidos, tudo para que os clientes tenham a segurança necessária para receber os seus atendimentos.

Saiba quando é necessário buscar atendimento e conheça aqui os protocolos de segurança adotados peça Rede Mater Dei de Saúde.
Clique aqui e saiba mais:
https://www.materdei.com.br/coronavirus
 

 

Publicado em: 04/06/2020

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Notícias institucionais

Posts Relacionados

03 Novembro 2021

Rede Mater Dei de Saúde recebe medalha...

A Rede Mater Dei de Saúde recebeu a medalha que representa a condecoração de personalidades militares e civis e instituições, que contribuem de maneira ímpar para o engrandecimento do Instituto de Servidores Militares do Estado de Minas Gerais (IPSM), que se...
11 Novembro 2021

Tecnologia e inovação: Rede Mater Dei...

Com a Campanha Outubro Rosa, o debate sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, que aumenta em até 90% a chance de cura da doença, ganhou força nos últimos dias. Para garantir um diagnóstico ainda mais preciso e seguro, a Rede Mater Dei de...
22 Novembro 2021

Hospital Mater Dei anuncia a...

Mater Dei anuncia mais um importante passo em direção à sua estratégia de consolidação de ativos de referência em suas localidades de atuação, por meio da aquisição de 99,6% do Hospital Santa Genoveva. Por meio de mais essa operação – que é a terceira...