Atividades físicas reduzem risco de doenças e trazem qualidade de vida - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Sobre o Mater Dei » Fique por dentro » Imprensa » Atividades físicas reduzem risco de doenças e trazem qualidade de vida

Atividades físicas reduzem risco de doenças e trazem qualidade de vida

Quase metade da população brasileira é sedentária, segundo IBGE. Prática constante pode prevenir hipertensão e câncer de mama
 

(Release)

Prevenção e tratamento de diversos problemas de saúde, aumento da capacidade funcional, melhoria da qualidade de vida ou ganho de rendimento esportivo. Esses são alguns benefícios oferecidos pela prática regular de atividades físicas. Embora sejam muitos, quase metade dos brasileiros ainda são sedentários, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Atualmente, 45,9% da população brasileira não alcançam os níveis mínimos de atividade física recomendáveis para a manutenção da saúde.
 
“O exercício, hoje, pode ser considerado um medicamento que atua tanto na prevenção quanto no tratamento dessas condições. Dentre os múltiplos benefícios do exercício para a saúde estão a prevenção de doenças como hipertensão, diabetes, colesterol alto, doença coronariana, osteoporose, obesidade, câncer de mama e de intestino, por exemplo”, explica a médica do esporte e coordenadora da Medicina do Esporte Mater Dei, Carla Tavares.
 

Prática constante

As diretrizes atuais salientam que benefícios importantes para a saúde podem ser obtidos por meio da realização de quantidade moderada de atividade física na maioria dos dias da semana e maiores quantidades de atividade física podem resultar em benefícios adicionais. “Idealmente, a meta inicial dever ser 150 minutos por semana de atividade aeróbica de intensidade moderada, 75 minutos por semana de atividade aeróbica de intensidade vigorosa ou uma combinação equivalente de atividade aeróbica de intensidades moderada e vigorosa”, reforça a Carla.
 
A médica explica que, para minimizar as lesões musculoesqueléticas, as sessões de atividade física devem ser divididas ao longo da semana. “Pode-se praticar, por exemplo, 30 minutos de atividade aeróbica de intensidade moderada, cinco vezes por semana. Embora os riscos associados ao exercício aumentem quando se trata de exercícios de intensidade vigorosa, os benefícios da atividade física habitual superam esses riscos, sendo menor em indivíduos regularmente ativos, quando comparados aos inativos”, completa. 
 
Além disso, é extremamente importante acrescentar atividades físicas que mantenham ou aumentem a força muscular por, no mínimo, dois dias por semana e exercícios de flexibilidade durante dois ou três dias por semana. Lembrando que a prática de exercício deve ser realizada de forma gradativa, e preferencialmente, orientada por profissional experiente.
 

Medicina do Esporte Mater Dei

A Rede Mater Dei de Saúde, por meio do Serviço de Medicina do Esporte, atua de forma direta no incentivo a pratica de exercícios, na informação em relação às doses adequadas do exercício para cada indivíduo e no acompanhamento de praticantes de exercícios e esportistas que querem realizar o exercício de forma segura e potencializar os benefícios do mesmo para a saúde. Os atendimentos, que podem ser via planos de saúde ou particular, são  realizados na Rua Bernardo Guimarães, 2.785 – Santo Agostinho, com marcação pelo telefone (31) 3339-9595.
 
O serviço está integrado a outras áreas hospitalares, como a Medicina Diagnóstica, e conta com um completo parque tecnológico para a realização de exames especializados com equipamentos de última geração.  Integração das equipes clínicas, expertise médica da Rede Mater Dei Saúde e todos os procedimentos em um só lugar. Toda facilidade, agilidade e tecnologia necessária para orientar os praticantes de atividades físicas.  
 

Veja alguns exames oferecidos:

Exames laboratoriais
Calorimetria indireta
Bioimpedânciometria
Densitometria óssea de corpo inteiro (DEXA)
Teste ergométrico
Teste cardiopulmonar de exercício (Ergoespirometria),
Ecocardiograma
Ressonância CardíacaTomografia computadorizada
Ultrassom musculoesquelético
Ressonância musculoesquelética
Polissonografia


Publicado em: 24/01/2018

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Atividade física

Posts Relacionados

24 Janeiro 2018

Atividades físicas reduzem risco de...

Quase metade da população brasileira é sedentária, segundo IBGE. Prática constante pode prevenir hipertensão e câncer de mama.
27 Março 2018

Morte súbita em atletas jovens

No Brasil, as principais causas documentadas de morte súbita em atletas jovens são as doenças congênitas do coração. Dentre elas, a mais frequente é a cardiomiopatia hipertrófica, representando cerca de 36% dos casos.
09 Março 2018

​Benefícios da atividade física...

No dia 10 de março é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Sedentarismo. De acordo com o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) cerca de 45,9% da população brasileira é sedentária.