Esclerose múltipla - REDE MATER DEI DE SAÚDE

Esclerose múltipla

A Esclerose múltipla é uma doença autoimune, na qual os anticorpos atacam células do cérebro e da medula espinhal. Estima-se que no Brasil existam, aproximadamente, 24 mil pessoas com a doença, sendo este valor provavelmente subestimado por falhas no seu diagnóstico. O “Dia Nacional de Conscientização sobre a Esclerose Múltipla" para conscientizar as pessoas sobre a doença é celebrado no dia 30.08. A falta de informação e o estigma de que o diagnóstico traz são extremamente prejudiciais e impactam, diretamente, na eficácia do tratamento e na qualidade de vida das pessoas que convivem com a doença, conforme explica o neurologista e coordenador do Serviço de Neurologia do Hospital Mater Dei Contorno, Gustavo Daher Vieira de Moraes Barros.
 
O médico esclarece alguns aspectos da doença.
 
Diante de quais sinais e sintomas as pessoas devem para procurar um pronto-socorro?
Por poder atacar qualquer parte do cérebro, medula espinhal ou nervos ópticos, os sintomas da doença são variados. A busca por uma avaliação neurológica urgente deve ocorrer sempre que surgir um sintoma súbito de dificuldade visual, alteração de sensibilidade (como perda de sensibilidade, dormência ou formigamento), fraqueza em alguma parte do corpo e/ou dificuldade de coordenação ou equilíbrio. Estes sintomas são alertas para uma avaliação urgente, não só por poderem ser um sinal desta doença mas por estarem presentes em outras doenças neurológicas que também necessitam de um diagnóstico e assistência urgentes. Os prontos-socorros do Mater Dei Santo Agostinho e do Mater Dei Contorno contam com o Serviço de Neurologia todos os dias da semana.
 
Sintomas comuns
Alteração de visão
Tontura
Dormência ou fraqueza em qualquer parte do corpo
Dificuldade de fala e de equilíbrio
 
Sobre a prevenção
Apesar de não existir um tratamento preventivo, sabe-se que pessoas que tenham menos exposição ao sol, com consequentes níveis mais baixos de vitamina D, podem estar mais susceptivos ao desenvolvimento de algumas doenças, incluindo a esclerose múltipla. A relação de transtornos psíquicos, como estresse, ansiedade generalizada e depressão, e doenças autoimunes também é bem descrita.
 
Grupo de risco
Mais comum em mulheres jovens e, por isso, muitas vezes, é erroneamente confundida com transtornos depressivos ou de ansiedade, que acabam fazendo com que a pessoa se sinta culpada pelos sintomas e até repreendida por seus familiares. A falta de uma avaliação neurológica cuidadosa, frente às várias queixas, que podem ser muito inespecíficas, como uma dormência ou tontura, pode retardar por anos o diagnóstico.

Diagnóstico
É importante saber que sintomas súbitos devem sempre ser avaliados imediatamente em busca da identificação da causa. Nos Hospitais da Rede Mater Dei de Saúde, existem equipes de neurologia com profissionais capacitados para a avaliação neurológica imediata, com todos os recursos de exames necessários para o correto diagnóstico e terapêutica adequada.
 
O diagnóstico começa por um exame clínico e neurológico adequado. A disponibilidade de realização de ressonância nuclear magnética no pronto-atendimento, permite avaliar com maior precisão a origem do sintoma e estabelecer a conduta mais adequada.
 
Tratamento
O tratamento da Esclerose múltipla envolve medicamentos que buscam modular o sistema imunológico, evitando os surtos da doença. Quando o paciente apresenta um surto, há uma inflamação localizada em alguma área do sistema nervoso central. Com a rápida identificação do quadro, o tratamento com pulsoterapia (um esquema com altas doses de corticoide dadas por três a cinco dias) melhora sensivelmente os sintomas, acelerando a recuperação do paciente. Na Rede Mater Dei este tratamento pode ser feito com o paciente internado ou em nível ambulatorial, dependendo do contexto clínico.
 
“A esclerose múltipla tem tratamento, que possibilita uma vida normal ao paciente, desde que se mantenha a serenidade e o positivismo, uma boa relação com o médico assistente, a adesão total ao tratamento e a vontade de viver de forma plena e feliz”, finaliza o neurologista Gustavo Daher.
 
Prontos-socorros da Rede Mater Dei de Saúde (31) 3339-9000
Mater Dei Santo Agostinho - Rua Gonçalves Dias, 2.700 - Santo Agostinho
Mater Dei Contorno - Av. do Contorno, 9000 - Barro Preto
Belo Horizonte/MG  


RESPONSÁVEIS:
Gustavo Daher
Neurologista e Coordenador do Serviço de Neurologia do Mater Dei Contorno
CRM-MG: 40745

 

Posts Relacionados

29 Maio 2019

Centro para tratamento em Esclerose...

Com atendimento no Mais Saúde, a Rede Mater Dei de Saúde inaugurou o centro com o objetivo de promover rapidez, conforto e segurança no tratamento, principalmente em relação a infusão dos medicamen​tos