​Benefícios da atividade física para as mulheres - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Cuidados com a Saúde » Qualidade de Vida » ​Benefícios da atividade física para as mulheres

​Benefícios da atividade física para as mulheres

No dia 10 de março é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Sedentarismo. De acordo com o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) cerca de 45,9% da população brasileira é sedentária. Entre as mulheres a inatividade física é mais frequente: duas em cada três não se exercitam (66,6%).

Dentre os múltiplos benefícios do exercício para a saúde estão a prevenção de doenças como hipertensão, diabetes, dislipidemia, doença coronariana e osteoporose que são doenças que podem acometer as mulheres, principalmente na pós- menopausa.

Além disso, vários estudos demonstram que a atividade física está relacionada a prevenção do câncer de mama, tipo de neoplasia mais comum nas mulheres. Outro benefício da atividade física para a mulher está relacionado a melhora da composição corporal com redução do percentual de gordura. A atividade física, pode ser considerada um medicamento que atua tanto na prevenção quanto no tratamento dessas condições.

Segundo o Colégio Americano de Medicina Esportiva (ACSM, American College of Sports Medicine) são fortes as evidências sobre os benefícios da atividade física para a saúde, bem como a presença de relação causa-efeito para muitas doenças e condições de saúde.

“As diretrizes atuais salientam que benefícios importantes para a saúde podem ser obtidos por meio da realização de quantidade moderada de atividade física na maioria dos dias da semana e maiores quantidades de atividade física podem resultar em benefícios adicionais”, diz a médica e coordenadora da Medicina do Esporte da Rede Mater Dei de Saúde, Carla Tavares.

Idealmente, a meta inicial dever ser 150 min por semana de atividade aeróbica de intensidade moderada ou 75 min por semana de atividade aeróbica de intensidade vigorosa ou uma combinação equivalente de atividade aeróbica de intensidades moderada e vigorosa.

Carla Tavares explica que para minimizar as lesões musculoesqueléticas, as sessões de atividade física devem ser divididas ao longo da semana, por exemplo, 30 min de atividade aeróbica de intensidade moderada, 5 vezes por semana.

 “É extremamente importante acrescentar atividades físicas que mantenham ou aumentem a força muscular por, no mínimo, dois dias por semana e exercícios de flexibilidade durante dois ou três dias por semana” finaliza a médica.


RESPONSÁVEL:
Carla Tavares
Coordenadora da Medicina do Esporte Mater Dei
CRM-MG: 41115


Publicado em: 09/03/2018

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Atividade física

Posts Relacionados

26 Setembro 2017

​A importância da atividade física...

A prática de atividades físicas traz benefícios para o corpo e para a mente, ajudando na redução do estresse emocional e melhorando de forma global a qualidade de vida.
09 Março 2018

​Benefícios da atividade física...

No dia 10 de março é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Sedentarismo. De acordo com o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) cerca de 45,9% da população brasileira é sedentária.
15 Março 2017

Incontinência Urinária em Mulheres

A grande maioria, senão todas as mulheres, irão ter ou tiverem algum episódio de perda de urina involuntária. Quando as perdas impactam as atividades sociais, sexual ou familiares, é hora de procurar um especialista.