Volta às aulas - REDE MATER DEI DE SAÚDE

Dicas para volta às aulas

Com a volta às aulas, as crianças, muitas vezes, apresentam dificuldades para se adequar à rotina. Atividades como acordar cedo, comer nos horários estabelecidos e dormir uma quantidade de horas suficiente podem se tornar tarefas difíceis de serem realizadas. O período de descanso e diversão, de acordo com que os estudos feitos pela Academia Norte-Americana de Pediatria (AAP), é um momento que pode ser muito benéfico para o desenvolvimento social, emocional e cognitivo da criança. Os pesquisadores concluíram que as pausas entre as aulas e entre os semestres são essenciais para preparar a criança para novos conteúdos, além de deixá-la mais disposta para o aprendizado na volta às aulas.

Um grande desafio da sociedade moderna é fazer com que crianças e adolescentes durmam o número de horas necessárias.  A falta de sono das crianças, de acordo com os estudos, acarreta não só o cansaço, mas também sintomas comportamentais. Crianças cuja média de duração do sono foi curta (menos de 7,7 horas) tiveram uma pontuação maior de hiperatividade e impulsividade, além de uma pontuação maior para desordem de atenção total, em comparação com crianças dormindo mais horas por noite (entre 7,7 e 9,4 horas ou mais). 

Confira algumas dicas simples para voltar à rotina no período de aulas:

  1. Agende uma consulta com o pediatra. É muito importante visitas periódicas ao pediatra para medir, pesar, orientar sobre alimentação, sono e prevenção de acidentes, além de  avaliar a saúde da criança;
     
  2. Retome a rotina ao início das aulas para o seu filho se adaptar melhor à rotina. Durante as férias o relógio biológico pode ficar bagunçado, então converse com seu filho sobre a importância do sono da necessidade e ter horários para dormir, acordar e se alimentar;
     
  3. Organize o lanche do seu filho. Evite alimentos industrializados, frituras, salgadinhos e refrigerantes. Ofereça mais opções saudáveis e naturais, ricas em nutrientes, como as frutas. Outra dica é montar um cardápio semanal com os alimentos que serão colocados na lancheira, diversificando os alimentos;
     
  4. Fique atento ao peso da mochila, que deve ser compatível ao peso da criança ou adolescente. O ideal é que a mochila tenha entre 10% e 20% do peso corporal do estudante.  Além disso recomenda-se que a mochila tenha duas alças acolchoadas, reguláveis e com largura mínima de quatro centímetros na altura dos ombros;
     
  5. Dê apoio emocional para seu filho. Para muitas crianças e adolescentes esse é um momento que gera grande ansiedade e estresse, por isso converse bastante com seu filho e esteja sempre perto para apoiar e incentivar;
     
  6. Não se esqueça da hidratação: a água deve ir na mochila.

RESPONSÁVEL:
Luis Fernando Andrade de Carvalho
Coordenador da Pediatria da Rede Mater Dei de Saúde
CRM-MG: 34155


Publicado em: 13/02/2019

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Dicas

Termos relacionados Volta às aulas criança adolescente

Posts Relacionados

12 Outubro 2019

Baixe o nosso jogo de tabuleiro

Neste Dia das Crianças aproveite para conhecer um pouco mais sobre a história da Rede Mater Dei de Saúde e se divertir com os pequenos
13 Fevereiro 2019

Dicas para volta às aulas

Atividades como acordar cedo, comer nos horários estabelecidos e dormir uma quantidade de horas suficiente podem se tornar tarefas difíceis de serem realizadas por crianças e adolescentes nesse período. Confira algumas dicas para retomar a rotina de maneira...
26 Janeiro 2018

4 dicas essenciais para cuidar das...

A época de férias escolares para as crianças é sinônimo de diversão. Portanto, os pais ou responsáveis precisam ficar atentos para evitar desidratação, doenças por causa de alimentação desequilibrada ou acidentes domésticos.