O uso prolongado de anticoncepcionais reduz a fertilidade feminina? - REDE MATER DEI DE SAÚDE
Cuidados com a Saúde » Gravidez e Bebê » O uso prolongado de anticoncepcionais reduz a fertilidade feminina?

O uso prolongado de anticoncepcionais reduz a fertilidade feminina?

Aparentemente, não. Estudos recentes revelam que o uso de anticoncepcionais por vários anos não reduz a fertilidade feminina. Um dos estudos avaliou mais de 3000 mulheres que usaram anticoncepcionais por vários anos (em média sete anos) em relação as que usaram por curtos períodos. Não houve diferença entre os dois grupos no que se refere às chances de engravidar.

Após a interrupção do anticoncepcional, a maioria das mulheres volta a ovular em até três meses. A ausência de gravidez, após um ano de tentativas, define a presença de infertilidade e a necessidade de avaliação.

A questão que deve ser levada em consideração talvez não seja, exatamente, o tempo de uso do anticoncepcional, mas a idade da mulher. As mulheres têm adiado a maternidade por vários motivos como estudos, carreira profissional, ou mesmo busca pelo parceiro adequado.

Infelizmente, as mulheres possuem um número não renovável de óvulos (folículos) em seus ovários e que, com o passar do tempo, o número e a qualidade dos mesmos reduz paulatinamente até a ocorrência da menopausa (última menstruação). Esta redução se acentua particularmente após os 35 anos, com consequente declínio das chances de gravidez, mesmo se forem realizados tratamentos avançados como a Fertilização in vitro – FIV (bebê de proveta). Consulte o especialista!

Faça uma consulta: Mater Dei Santo Agostinho – Rua Mato Grosso, 1.100 – 2º andar – 31. 3339-9495.


RESPONSÁVEL:
Márcia Mendonça Carneiro
Ginecologista do Centro de Reprodução Humana Mater Dei
CRM-MG: 
27578

Publicado em: 28/09/2016

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Maternidade

Posts Relacionados

28 Setembro 2016

Obesidade e fertilidade

Mulheres obesas apresentam chance aumentada de desenvolver problemas hormonais que resultam em distúrbios ovulatórios, redução da fertilidade, aumento da chance de abortar e de ter crianças com problemas (anomalias congênitas), assim como menores chances de...
20 Dezembro 2017

O tempo de vida fértil da mulher

As mulheres possuem um número não renovável de óvulos (folículos) em seus ovários que, com o passar do tempo, reduz gradativamente em questão de quantidade e qualidade até a ocorrência da menopausa.
16 Novembro 2016

Miomas e infertilidade

O Centro de Reprodução Humana da Rede Mater Dei de Saúde é constituído com o que há de mais avançado em tecnologia de reprodução assistida.