Inscrições abertas para o Curso do Casal Grávido da Rede Mater Dei de Saúde - REDE MATER DEI DE SAÚDE

Curso do Casal Grávido

As aulas são ministradas por médicos da Rede e a participação é gratuita

As inscrições para o Curso do Casal Grávido da Rede Mater Dei de Saúde estão abertas.  Ao longo de 2019 estão previstos nove cursos, que acontecerão entre março e novembro, sempre nas primeiras duas quartas-feiras do mês, das 19h às 22h. A participação é gratuita, mediante a inscrição prévia, feita no site da Rede, e disponibilidade de vagas. 

O curso é oferecido pelo Mater Dei há quase 40 anos. As aulas, ministradas por Ginecologistas e Obstetras, Anestesiologistas e Pediatras da Rede, abordam desde a etapa inicial da gravidez, o momento do parto, aleitamento materno e os cuidados com o recém nascido. 

Veja a programação completa
1° dia:
- A vida do bebê no útero materno
Ministrado por: Dr. Carlos Henrique Mascarenhas Silva (Ginecologista / Obstetra)

- A Gravidez e o Parto no Século XXI
Ministrado por: Dra. Karina Lana (Ginecologista / Obstetra)

- Anestesia: o momento do parto
Ministrado por: Dr. Marcos Pimental ou Dr. Marden Ramos (Anestesiologistas)

2° dia:
- Aleitamento Materno 
Ministrado por: Dra. Mariana Poggiali ou Dra. Isabel Poggiali (Pediatras)

- Cuidados com o recém-nascido, serviços de vacinação
Ministrado por: Dr. Cláudio Pacheco (Pediatra).

Além disso, é solicitado que cada casal participante contribua com um quilo de alimento não perecível e uma lata de leite em pó. Os alimentos arrecadados são destinados a entidades filantrópicas de Belo Horizonte apoiadas pela Rede Mater Dei, que atendem crianças carentes. Clique aqui para fazer a sua inscrição! 

O parto no Mater Dei
Desde a inauguração da primeira unidade do Hospital Mater Dei, em 1980, a Instituição vem se destacando no atendimento pediátrico. Inicialmente, com a assistência neonatal, quando a principal atividade ocorria no setor Maternidade, e, posteriormente, com o atendimento pediátrico geral, no Pronto-atendimento, internação e cirurgias, com o essencial suporte da UTI neonatal e pediátrica. 

Atualmente são diversos cuidados direcionados à saúde da mulher e do bebê:

Maternidade
A maternidade da Rede Mater Dei é pioneira e uma referência em Minas e no país. A unidade prioriza a segurança e o fortalecimento do vínculo entre mãe e bebê. A Rede oferece serviços médico-hospitalares de suporte a todos os momentos da gestação e parto. A mãe e o bebê têm à disposição a assistência completa de um Hospital geral e recebem atendimento humanizado e personalizado. Com alojamento conjunto e ambiente acolhedor, a Mater Dei oferece às famílias o conforto domiciliar com toda a segurança de um hospital de alta complexidade. A equipe multidisciplinar da maternidade, formada por ginecologistas, obstetras, pediatras, psicólogos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e enfermeiros, é capacitada e realiza as melhores práticas assistenciais. 

Bate papo com gestantes
A Rede Mater Dei de Saúde promoverá um bate papo com as gestantes que terão os seus filhos no Mater Dei Santo Agostinho e no Mater Dei Betim-Contagem. O objetivo é conversar sobre a gravidez e tirar a principais dúvidas da gestação. Os encontros, com previsão para ter início em fevereiro, serão conduzidos por Ginecologistas e Obstetras da Rede. 

Projeto parto adequado
Para ampliar e fortalecer as ações de estímulo ao parto normal e humanizado, a Rede Mater Dei de Saúde participa do projeto Parto Adequado, tendo alcançado a 63% de partos vaginais realizados em 2018. O projeto é uma iniciativa da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) em parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein, o Institute for Healthcare Improvement – IHI e o Ministério da Saúde. O principal objetivo das ações discutidas entre os participantes do projeto é reduzir o número de cesáreas desnecessárias, além de melhorar o atendimento a gestantes e bebês. 

Pronto-socorro ginecológico e obstétrico
Um espaço específico para as mulheres dentro do Mater Dei Santo Agostinho. São sete consultórios com toda estrutura necessária e 38 médicos para o pronto-atendimento e emergências. Tudo isso com o apoio da Medicina Diagnóstica Mater Dei, que possui dentre outros equipamentos, mamografia com tomossíntese, modernos aparelhos de ultrassom, entre outros. Se precisar, a qualquer hora do dia ou da noite, venha ao Mater Dei Santo Agostinho e procure um ginecologista. Nossa equipe estará à sua disposição.

Salas de admissão e acompanhamento de pacientes em trabalho de parto
A Rede investiu em um moderno Centro Obstétrico, com salas de admissão e acompanhamento para as pacientes em trabalho de parto no Mater Dei Santo Agostinho, com equipamentos de monitoramento avançado do feto e da mãe, camas mais modernas onde o parto de risco habitual pode ser realizado, banheiro privativo e recursos para cromoterapia.

Emergência obstétrica
Obstetras com especialização em emergências estão sempre no pronto-socorro do Mater Dei Santo Agostinho, atendendo dos casos mais simples aos mais complexos. Há situações em que minutos são responsáveis por salvar a vida da mãe ou do feto. Pensando nisso, o Mater Dei criou o Código Rosa. Acionado pelo obstetra, é mobilizada uma rede de atendimento emergencial que inclui anesteologista, pediatra, neonatologista, intensivista e enfermagem especializada.

Obstetrícia de alto risco
A Rede Mater Dei dispõe de todos os recursos necessários para auxiliar a mãe durante toda a gestação, com o pré-natal de Alto Risco, que busca medidas de controle e adequação da saúde materno fetal, minimizando as possíveis complicações. Além disso, conta com equipe médica com as especialidades necessárias para esse acompanhamento, trazendo um resultado melhor para a mãe e seu bebê. 

Medicina Fetal/Cirurgia Fetal 
Por meio de exames de ultrassonografia obstétrica, o feto é avaliado continuamente ao longo da gestação. Biópsias de placenta, amniocentese e cordocentese podem ser feitos para auxiliar nos diagnósticos da saúde fetal, quando necessários, durante a gravidez levando mais informação aos pais e médicos assistentes, com explicação dos resultados e os prognósticos.  E podemos ainda fazer cirurgias no feto, ainda dentro do útero materno, para tratamento de defeitos da coluna, gestações gemelares com transfusão de sangue de um feto para o outro, além de alguns outras patologias cardíacas e do pulmão dos fetos.
 
Clique aqui e veja a relação completa dos serviços direcionados à saúde da mulher 


Publicado em: 11/02/2019

Este conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado pelo feedback. Sua opinião nos ajuda a criar um site melhor a cada dia.

Este post é sobre Cuidados com o bebê

Termos relacionados Gravidez Amamentação Maternidade

Posts Relacionados

20 Dezembro 2017

O tempo de vida fértil da mulher

As mulheres possuem um número não renovável de óvulos (folículos) em seus ovários que, com o passar do tempo, reduz gradativamente em questão de quantidade e qualidade até a ocorrência da menopausa.
19 Dezembro 2016

Podemos engravidar a qualquer momento?

Com a evolução dos tempos, notamos que as mulheres adiam os planos de ter um filho e, cada vez mais, engravidam em idade mais avançada. No passado, a idade média para o primeiro filho era em torno dos 20 anos, atualmente é em torno dos 30. Isso ocorre por diversas...
16 Setembro 2019

Dúvidas sobre Amamentação

Tudo sobre Amamentação com base em dúvidas do nossos seguidores do Instagram, que enviaram os seus questionamentos para serem respondidos pelos nossos profissionais