Infecção alvo zero na terapia intensiva
tamanho do texto

Higienização das mãos pode reduzir até 80% das infecções hospitalares.
Higienização das mãos pode reduzir até 80% das infecções hospitalares.
Higienização das mãos pode reduzir até 80% das infecções hospitalares.
  • Higienização das mãos pode reduzir até 80% das infecções hospitalares.

Rígido controle de infecção nos cuidados intensivos

Os leitos do CTI Adulto são individualizados e divididos por uma estrutura de vidro duplo com cortina embutida, o que assegura controle de luminosidade, isolamento térmico e acústico, além de impedir a contaminação por transmissão entre pacientes. O ar que circula em todo o CTI é mais puro, tratado e filtrado com entrada para renovação contínua. Os vidros e as paredes revestidas em fórmica facilitam a higienização e desinfecção.

Todos os profissionais de saúde que lidam com o paciente têm como rotina obrigatória a higienização das mãos. Os visitantes também são orientados a praticar essa ação. Em todas as entradas de acesso e corredores do CTI estão instaladas pias, abastecidas com produto adequado para antissepsia das mãos. Equipamentos de proteção individual, como máscaras, aventais e luvas são utilizados por profissionais em situações específicas de acordo com a determinação do Serviço Epidemiológico de Controle de Infecção Hospitalar (SECIH) do Hospital Mater Dei no controle da disseminação de micro-organismos. Todas essas são medidas que contribuem significativamente para que os índices de infecção permaneçam abaixo das taxas consideradas ideais pela literatura médica mundial.

Também na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP) o SECIH mantém ações e estabelece rotinas que objetivam promover a conscientização sobre princípios de prevenção e controle de infecção entre pacientes, familiares, visitantes e profissionais de saúde. Estudos mostram que um importante recurso de prevenção é a higienização adequada das mãos, que pode reduzir até 80% das infecções hospitalares. Na UTIP, familiares e visitantes são orientados a lavar as mãos com água e sabão ou a friccionar com álcool gel sempre que entrarem em contato com o paciente e com o ambiente onde ele está.

 
 


Mais Notícias

14/07/2014
Médico, mestre, aprendiz
O neurocirurgião Guilherme Cabral deixa um legado de ética e competência.
01/07/2014
IX Seminário Mineiro de Gastroenterologia e Endoscopia Digestiva
Evento reúne grandes nomes da medicina gástrica em Belo Horizonte
01/07/2014
Mater Dei é vencedor do Prêmio da OMS de Higienização das Mãos
O reconhecimento da Organização Mundial da Saúde valida as ações desenvolvidas no dia a dia do...
 
Mais Populares

  • +Vistos
  • +Recomendados
  • +Compartilhados

 
Escutar Notícias


Mater Dei inicia publicação de podcasts
Ouça as orientações médicas sobre prevenção de conjuntivite

 
Atendimento
Atendimento 24 Horas
Atendimento 24 Horas
(31) 3339-9000

Pronto-socorro
Pronto-socorro
Rua Gonçalves Dias, 2700 Santo Agostinho Belo Horizonte MG CEP 30.140-093

Ambulância e Urgência

Envie Mensagem ao Cliente Internado